Publicidade
Julianne Moore diz que sofreu abuso quando criança

'Era desconfortável dizer algo'

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A atriz Julianne Moore, 58, vencedora do Oscar de Melhor Atriz pelo filme "Para Sempre Alice", revelou que já sofreu abusos quando era jovem.

Em entrevista à revista britânica Tatler, na qual aparece em ensaio fotográfico sem sutiã, a atriz fez o apontamento quando questionada sobre o movimento "Me Too", que já expôs assediadores, abusadores e estupradores do mundo do entretenimento.

"Fomos condicionar a aceitar que homens podem fazer certas coisas. Até algo casual, como um homem que você não conhece te cumprimentar com um beijo, ao invés de apertar sua mão. A gente costumava aceitar isso como algo normal, do tipo 'ele está apenas sendo amigável'. Lembro de, quando criança, lidar com pessoas que me tocavam de forma inapropriada e eu me sentia desconfortável para dizer alguma coisa."

Na entrevista, Moore também diz que se tornou mais feliz com a maturidade. "Eu não era feliz nos meus 30 anos e me tornei realmente infeliz quando percebi que não podia priorizar a minha vida pessoal".

Ela ainda conta que, já na adolescência, sentia pressão para ter uma carreira. "Havia um conceito de que você não precisava se dedicar à sua vida pessoal: você conhece alguém e pronto", conta. "E não é assim: a vida é finita. Você pode fazer tudo o que quiser e não só na questão profissional nem no âmbito familiar."

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES