Publicidade
Pandemia

Espaços culturais se mantêm próximos do público via redes sociais

(Foto: AEN)

Os espaços culturais do Governo do Estado seguem fechados para o público em cumprimento ao decreto estadual nº 4.230 de 16 de março de 2020. Mas, apesar do distanciamento físico, as equipes seguem trabalhando, produzindo conteúdos e disponibilizando-os de forma virtual para a população.

As ações vão de atividades lúdicas e educativas para o público infantojuvenil – jogos, contação de histórias, ao compartilhamento de espetáculos de dança e de conteúdo histórico de acervo.

VISITA – O Museu Oscar Niemeyer (MON) possui seis exposições que podem ser vistas virtualmente na íntegra pela plataforma Google Arts & Culture. São elas: Luz ≅ Matéria; Ásia: a terra, os homens, os deuses; Nos pormenores um universo – Centenário de Vilanova Artigas; Irmãos Campana; Não está claro até que a noite caia, da artista Juliana Stein, e Circonjecturas, do artista Rafael Silveira. Confira AQUI

Além das visitas virtuais, o museu intensificou o conteúdo disponibilizado em suas redes sociais, e tem publicado uma série de fotos inspiradoras dos ateliês dos artistas do acervo, mostrando como eles trabalham em seus espaços.  Já foram revelados os cantinhos de criação de Gonçalo Ivo e Julia Kater.

Ainda como parte do programa, o MON está postando uma série de entrevistas com artistas como Juliana Stein e Lilian Gassen. Para acompanhar de perto, siga o MON nas redes sociais: @museoscarniemeyer no Facebook e Instagram.

PARA CRIANÇAS – O Museu Paranaense (MUPA) atende cerca de mil crianças e adolescentes por mês nas visitas conduzidas pelo Departamento Educativo. Pensando nesse público tão querido e importante para o museu, a equipe tem criado e disponibilizado jogos para download em casa.

Para quem quiser participar da brincadeira, estão disponíveis um jogo da memória com palavras indígenas e um desenho para colorir de uma máscara Tapirapé, que faz parte da exposição Ephemera/Perpétua.

A ideia é aprender brincando. Confira essas e outras novidades nas redes sociais do MUPA: @museuparanaense no Facebook e Instagram.

A equipe da Seção Infantil da Biblioteca Pública do Paraná (BPP), que também se dedica a crianças e adolescentes com diversos projetos diariamente, produziu uma versão virtual da Hora do Conto e da Oficina de Trabalhos Manuais.

O público pode assistir a A Bruxa do Batom Borrado, do escritor Anderson Novello, contada pelo ator e diretor Thiago Dominoni; e também pode fazer o download de um tutorial de dedoches para pintar, recortar e colar em casa. Confira nas redes sociais da BPP: @bibliotecapr no Facebook e Instagram.

GUAÍRAFLIX – O Centro Cultural Teatro Guaíra (CCTG) resolveu compartilhar espetáculos de grande sucesso do Balé Teatro Guaíra (BTG) no que apelidaram de GuaíraFlix. A seleção especial de conteúdos já conta com os sucessos O Lago dos Cisnes e O Segundo Sopro. Mais coreografias devem ser divulgadas sem breve. Siga o CCTG nas redes sociais para novidades: @teatroguaira no Facebook e Instagram.

TEASER – Justo em março, o Museu de Arte Contemporânea do Paraná (MAC-PR) comemora seu cinquentenário. Toda a programação agendada, com a abertura de uma grande exposição, foi adiada. Mas a data histórica não pode ser esquecida. Para celebrar o aniversário de seus 50 anos, uma série de posts nas redes sociais vão contar a história do museu e também servir como um teaser da exposição que está por vir. Acompanhe em @mac_parana no Instagram e em @macparana no Facebook.

ACERVO E PREVENÇÃO – O Museu da Imagem e do Som do Paraná (MIS-PR) optou por uma combinação inusitada: fotos de acervo com recomendações de prevenção ao novo coronavírus estão sendo postadas em suas redes sociais. As fotografias selecionadas são das coleções Dario Vellozo, Jesus Santoro e Guilherme Glück, e fazem parte do acervo do museu, que, assim, passa a ser mais conhecido aos visitantes. Acompanhe: @misparana no Facebook e @mis_pr no Instagram.

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES