Publicidade
Litoral

Especialista diz o que fazer quando avistar um animal na praia

O vídeo do tubarão que morreu nesta quarta-feira (19), que viralizou nas redes sociais, mostra as pessoas puxando o animal para areia, o que causou questionamentos sobre a maneira correta de ajudar um animal encalhado. “Não é uma questão de estar certo ou errado. Acho que não devemos julgar a ação das pessoas, porque elas estavam tentando ajudar. Devemos aproveitar o caso do tubarão para uma grande campanha de conscientização sobre como agir quando a população encontra um animal encalhado”, disse Camila.

Ela explicou que, em caso de tubarões e peixes, o correto é que ele retorne para a água, porque ao contrário de tartarugas, aves marinhas e leões marinhos, que conseguem respirar fora da água, eles precisam estar na água. “Mas chamar os especialistas é o melhor caminho para evitar risco para o animal e para as pessoas, seja no manejo de um ser vivo ou uma carcaça. Temos que usar o conhecimento técnico para que os riscos sejam minimizados”. Caso você aviste uma tartaruga, golfinho ou ave marinha morta ou debilitada entre em contato com a nossa equipe através do telefone: 0800 642 3341.

O LEC, que pertence ao Centro de Estudos do Mar da UFPR, realiza o Programa de Monitoramento das Praias da Bacia de Santos (PMP-BS) no Paraná.

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES