truquedestyling

Está na hora de se apropriar do armário deles

Parka esportiva, grandalhona, compõe visual cool e despojado
Parka esportiva, grandalhona, compõe visual cool e despojado (Foto: Reprodução/Pinterest)

Quando nem tinha me encantado ainda pelas criações de Yves Saint Laurent e companhia, lá pelos meus 15, 16 anos, eu costumava me apropriar de roupas do meu pai. Tinha uma predileção por seus blazers, gostava deles grandões sobre blusinhas básicas, calças jeans, saias ou com um cinto por cima.

A moda batizou o meu costume e validou as experiências femininas pelos guarda-roupas masculinos como roupa agênero ou genderless, que serve a quem quiser usá-la. Mulheres incríveis, como Marlene Dietrich e Coco Chanel, ressignificaram as roupas que vestiam tradicionalmente os homens e mostraram que a androginia fashion tem valor.

Hoje já se vende roupa agênero por aí ou roupa para mulher com cara de roupa originalmente de homem ou ao contrário. Mas garanto que a experiência raiz de se apropriar de peças do pai, do avô ou do marido é muito mais legal. E hoje é bem mais fácil do que quando comecei com isso, uma vez que o oversized está na moda. Me lembrei agora de um trench coat dele e deu uma vontade louca de experimentar. Depois eu conto para vocês.

O terninho careta fica com outra cara se você optar por proporções maiores e arrematar tudo com um cinto legal

Jaqueta de couro é vida. Prefira esses modelos que não são tão femininos para uma proposta mais rocker

A jaqueta bomber é outra que veio dos uniformes esportivos masculinos e atualiza os looks

Deixe de lado a jaqueta jeans certinha e use uma maior, masculina, com peças bem femininas. O contraste é legal