Proteção

Estado disponibiliza acesso online à rede de atendimento e proteção às crianças e adolescentes

(Foto: SEJUF/PR)

Para facilitar o acesso e a busca das unidades que compõem a Rede de Proteção à Criança e ao Adolescente no Paraná, a Secretaria da Justiça, Família e Trabalho disponibiliza neste endereço o “Mapa GeoFortis”.

Ele é composto até o momento por 14.245 Unidades de Atendimento que abrangem os 399 municípios do Paraná e compõem as redes estadual e municipal dos Poderes Executivo, Legislativo e Judiciário, além dos Conselhos Tutelares e instituições parceiras da Força-Tarefa Infância Segura. No sistema há telefones, e-mails, endereços e os nomes das entidades.

O secretário Ney Leprevost explica que essa é mais uma ação que tem como objetivo integrar os órgãos e entidades que trabalham na garantia e defesa dos direitos das crianças no Estado, facilitando a busca por ajuda.

“Essa ferramenta é de organização e mapeamento, com a localização geográfica das instituições de atendimento à Rede de Proteção nos 399 municípios. É uma ação inovadora e inédita na área da criança e do adolescente”, disse.

Para o chefe do Departamento de Justiça, Silvio Jardim, esta ferramenta é um anseio antigo de muitos profissionais, que vem para facilitar e fortalecer o trabalho da Rede de Proteção da Criança e Adolescente. “O Mapa GeoFortis Paraná é o resultado do trabalho integrado, articulado, intersetorial, interinstitucional junto às instituições signatárias do Pacto da Infância Segura e a todas as instituições envolvidas”, disse.

Segundo Tatiani Macarini, coordenadora do Mapa GeoFortis, foi possível criar 20 áreas no Mapa e disponibilizar estas informações à população. "Tudo aparece de forma ágil, autônoma e organizada", arrematou.

As 20 áreas disponibilizadas no Mapa são vinculadas às mais diversas políticas públicas, são elas: 1. Arte e Cultura; 2. Assistência Social; 3. Criança e Adolescente; 4. Conselho de Direitos; 5. Conselho Tutelar; 6. Direitos do Consumidor; 7. Direitos Humanos; 8. Educação; 9. Formação/Capacitação; 10. Idoso; 11. Juventude; 12. Justiça/Tráfico de Pessoas; 13. Mulher; 14. Pessoa com Deficiência; 15. Regionais; 16. Saúde; 17. Segurança Pública; 18. Sistema Justiça; 19. Socioeducação; e 20. Trabalho.