Estado libera recursos para escolas atingidas por temporal de granizo

O vice-governador e secretário da Educação do Paraná, Flávio Arns, anunciou nesta quinta-feira (03) a liberação de recursos para obras em três escolas estaduais danificadas pela forte chuva de granizo que atingiu as cidades de Corbélia e São João, em 20 de setembro. O valor total das obras de reparo é de aproximadamente R$ 760 mil. 

Arns fez o anúncio após visitar as escolas Duque de Caxias e Amâncio Moro, em Corbélia, no Oeste do Estado. O secretário viu de perto os estragos causados pela chuva e conversou com diretores e funcionários das escolas. Outra beneficiada é a Escola Estadual do Campo Dois Irmãos, que fica no município de São João, no Sudoeste. 

O governador Beto Richa já havia determinado situação de emergência em Corbélia, após o temporal de granizo de 20 de setembro. Segundo levantamento da Defesa Civil, 80% das residências da cidade foram danificadas pelo temporal. 

Logo após as chuvas, lonas plásticas foram distribuídas para que as escolas continuassem o atendimento aos alunos. Com as obras emergenciais, a situação será normalizada. Determinamos que as obras aconteçam o mais rápido possível para que os alunos, professores e funcionários voltem a ter conforto e tranquilidade para suas atividades escolares, explicou o secretário Flávio Arns. 

CURITIBA – Em função da forte chuva que atingiu Curitiba nesta quinta-feira (03), quatro escolas estaduais ficaram sem aulas em Curitiba e Região Metropolitana nesta sexta (04). Na capital, as escolas mais atingidas foram o Colégio Estadual Bom Pastor e a Escola Estadual Ângelo Trevisan, em Santa Felicidade, e o Colégio Estadual Santa Rosa, no Cajuru. Reparos já estão sendo feitos nas três unidades e as aulas serão retomadas na segunda-feira. 

No Colégio Estadual Zilda Arns, em São José dos Pinhais, os danos foram maiores. Houve avarias em praticamente todo o telhado. As obras de reparo começam na segunda-feira (07) e devem durar a semana toda.