Mais pobres

Estado tem queda de 1% no consumo das classes C e D

A Pesquisa de Hábitos de Consumo das Classes C e D da Superdigital, fintech do Santander, indica que em março, o consumo dos brasileiros caiu 4% em relação ao mês anterior. O levantamento é realizado mensalmente e busca traçar o perfil do consumidor dessas classes sociais.
No Paraná, a pesquisa apontou leve recuo mensal de 1%. Mas, houve crescimento nos gastos com Combustível (21%), Automóveis e Veículos (19%) e Drogaria e Farmácia (12%).

Segundo Luciana Godoy, CEO da Superdigital no Brasil, a pesquisa aponta que o movimento se deve, em parte, às famílias estarem mais em casa, por conta do distanciamento social imposto em boa parte do País.

“Mas podemos perceber que, além da sensível queda, houve uma mudança na forma de consumo, com uma migração relevante para itens mais necessários em casa e compras online. Além disso, pudemos ver outras mudanças de hábitos, como o aumento dos gastos com combustíveis e a queda dos gastos com transporte. Ou seja, as pessoas, em março reduziram o uso de transportes públicos e deram preferência ao automóvel”, diz.