Estes são os melhores do futebol paranaense

O Jornal do Estado divulga hoje a Seleção JE de 2009, que mostra os 11 melhores jogadores do futebol paranaense na Série A e na Série B do Campeonato Brasileiro. A cada partida, a equipe de reportagem avaliou o desempenho de Atlético, Coritiba e Paraná, atribuindo notas de 0 a 10 para cada jogador.
Entre os 11 escolhidos pelas médias, estão cinco jogadores do Atlético, quatro do Paraná Clube e dois do Coritiba. Para ficar entre os melhores, o atleta precisa ter um mínimo de 12 jogos avaliados. Considerando esse requisito, a Seleção JE tem a seguinte escalação: Zé Carlos; Nei, Manoel, Rhodolfo e Márcio Azevedo; Leandro Donizete, João Paulo, Paulo Baier e Rafinha; Marcelinho Paraíba e Marcelo Toscano.
A maior média entre os 11 foi do meia Rafinha, com 6,61. Sua pior nota na Série B foi 5,5, na vitória por 2 a 1 sobre o Atlético. Dos 18 jogos que participou, marcou seis gols e fez cinco assistências.
O Paraná Clube poderia ter o zagueiro Luis Henrique na Seleção JE, que teve média de 5,95, superior às médias de Manoel (5,86) e Rhodolfo (5,81). No entanto, o jogador disputou apenas 11 jogos, não alcançando o limite mínimo de 12.
Dois jogadores da atual Seleção JE também estavam no time dos melhores de 2008: Rhodolfo e o lateral-direito Nei. Rhodolfo, aliás, aparece na relação pelo terceiro ano consecutivo. No entanto, entre os 11 de 2009 ele tem a pior média – 5,81.
O Atlético, sexto time que menos sofreu gols no Brasileirão 2009, emplacou os quatro jogadores da defesa na Seleção JE.
No Atlético, 41 jogadores receberam notas. A média geral para a equipe foi de 5,68. Os 39 atletas do Paraná atingiram média de 5,64. Já a média do Coritiba, com 36 jogadores observados, ficou em 5,63.
Em algumas partidas, mesmo entrando em campo, o jogador não recebe nota. Não há um limite de tempo em campo para que o atleta seja avaliado. No entanto, é preciso que tenha uma participação ativa no jogo, interferindo em aspectos ofensivos e defensivos.
Quase todos os jogos foram avaliados. Apenas três partidas do Atlético, duas do Coritiba e duas do Paraná não foram acompanhadas pela reportagem. Os jornalistas Abraão Benício, Ayrton Baptista Junior, Juliana Sartori, Lycio Vellozo Ribas e Silvio Rauth Filho se revezaram na função de atribuir notas aos jogadores.


clique na tabela para ampliar