Publicidade
Decoração

Estilo vintage leva memória e sofisticação aos ambientes

Mudar a função da peça ajuda a deixar espaços modernos mais aconchegantes
Estilo vintage leva memória e sofisticação aos ambientes
O ideal é selecionar poucos itens para destaque

A decoração moderna dos mais diferentes lugares pode ter ainda mais estilo quando feita com peças vintage. Tendência há algum tempo, a presença de alguns elementos antigos traz sofisticação e memórias. Uma estratégia bastante adotada é a ressignificação dos móveis, em que são dadas a eles novas funções. Embora pareçam opostos, eles podem ter ótimas combinações para deixar o espaço aconchegante. E não há restrição de local, desde que planejado com antecedência 
Decorar espaços  é um desafio necessário. Mudar os móveis de lugar e substituí-los às vezes é necessário. Em especial em casa, há muitos vínculos familiares que se mantêm devido aos objetos herdados. Se este ficou de lado por muito tempo, talvez precise de um cuidado especial para que voltem a ser utilizados com segurança. Mesmo que seja para comprar em uma loja de antiguidades, eles são capazes de remeter a épocas passadas. Esses elementos permitem uma decoração aconchegante, quando utilizados com criatividade.
Da mesma maneira que a decoração de um espaço particular requer planejamento, em locais corporativos não é diferente. Empresas que estão muito enraizadas ao tradicional não conseguem se destacar no mercado. É preciso inovar e trazer personalidade ao ambiente. Para tanto, o uso das peças vintage deve ser feito na medida, sem exageros. O ideal é selecionar itens que possam ajudar na composição de cada cômodo. A escolha deve levar em consideração não só a serventia original, como também novas possibilidades. 
Antes de definir o que será utilizado é recomendado que seja traçada uma linha de decoração, ou seja, pensar em questões como: qual a temática que pretendo abordar neste ambiente? O que desejo despertar em quem entrar aqui? Isso certamente será determinante no momento da compra, evitando aquisições por impulso.
É importante identificar um local em que as peças vintage possam se destacar. Elas devem estar no centro da decoração, mas sem deixá-la com um aspecto antigo ou velho. Se atentar à qualidade do item também é indispensável, para que ele agregue valor ao ambiente. 
Como os móveis vintage são os confeccionados entre o século 20 e 60, há uma grande possibilidade da necessidade de restauração .  A SOS Móveis Antigos conta que muitas pessoas chegam até a loja com esse intuito. “Mesmo que o móvel não apresente sinais aparentes de deterioração, é importante consultar especialistas antes de inseri-lo novamente na decoração”, alerta a empresa, que reforça a preocupação com a segurança e com a devida restauração das características do objeto.
O relógio é uma das peças vintage mais comuns nas decorações atuais. Nas casas, as pessoas costumam fazer uso de cômoda, baú e criado mudo. As vitrolas também são recorrentes, inclusive por se tratar de uma peça estimada por colecionadores. 
Em estabelecimentos comerciais ou alimentícios, como restaurantes, alguns itens podem servir para chamar a atenção dos consumidores. Alguns exemplos são os telefones, as banquetas e as poltronas. Eles podem despertar curiosidade e ser um atrativo para conquistar mais clientes. Espelhos, almofadas e até mesmo o carrinho de chá certamente trarão um charme especial para qualquer ambiente.


Como usar os móveis vintage
 

Escolha um foco
Para montar uma composição de estilo retrô é preciso investir nos detalhes certos, por exemplo, um papel de parede com uma estampa característica de décadas passadas, apostar em eletrodomésticos que tenham designs que relembram “o tempo da vovó” e quadros decorativos com imagens de ícones antigos.

Na sala de estar

  • Não há uma regra de qual artigo ou acessório é mais indicado para levar ao ambiente, porém algumas boas sugestões são investir em apenas um item. Esse item pode ser a mesa de centro, o sofá ou a estante que levará o ar vintage ao ambiente.
  • Artigos com visual propositalmente envelhecido, de tons fortes e com design do passado são uma boa aposta.

Na cozinha

  • Neste espaço os eletrodomésticos dominam e dão um charme a mais ao ambiente. Se não for possível investir nos artigos, uma sugestão é apostar nos utensílios de cozinha e eletroeletrônicos com temáticas passadas. Por exemplo, porta-condimentos, batedeiras e chaleiras. 
  • As cortinas também são ideias para reforçar a temática da decoração no estilo vintage. Se a composição for mais delicada, a sugestão é investir em peças com estampas de poá ou flores.
  • Para um cenário mais descontraído, as padronagens psicodélicas ou com ilustrações de personagens passados reforçarão a composição do espaço.

No quarto

  • No quarto é possível investir tanto no papel de parede escolhido para o ambiente, como nos móveis e adornos.  Espelhos com molduras características da época também são peças ideais para compor dormitórios. 
  • Quadros com personalidades do período são outros acessórios perfeitos para elaborar uma decoração com estilo vintage.

No banheiro

  • Algumas ideias para a composição do espaço são o uso de gabinetes com design no estilo vintage. Aqui vale usar uma cômoda como gabinete ou até mesmo uma penteadeira. Ladrilhos adesivos que remetem ao passado e espelhos com moldura de décadas anteriores.

Onde encontrar 

  • Como o estilo vintage é uma das tendências mais admiradas pelos que seguem o setor de decoração, muitas empresas, marcas e fornecedores trabalham com peças inspiradas em décadas passadas e especialmente produzidas para atender a atual demanda do mercado. Além dessas opções, é possível garimpar itens de decoração em brechó, antiquário ou na casa dos avós.

DESTAQUES DOS EDITORES