Libertadores

Estudiantes perde os dois artilheiros antes de duelo com o Athletico

Leandro Díaz
Leandro Díaz (Foto: Divulgação/Estudiantes)

O Estudiantes de la Plata chega desfalcado para enfrentar o Athletico Paranaense, nesta quinta-feira (dia 4) às 21h30, no jogo de ida das quartas de final da Copa Libertadores. O clube perdeu seus dois centroavantes: Mauro Boselli (37 anos, ex-Corinthians e Boca Juniors) e Leandro Díaz (30 anos, ex-Atlético Tucumán). Os dois são os artilheiros da equipe na temporada: Boselli fez 13 gols em 27 partidas e Díaz, 10 gols em 34.

Sem a dupla goleadora, o técnico Ricardo Zielinski (62 anos, ex-Belgrano) tem como principal opção para centroavante o uruguaio Mauro Mendez, 23 anos, recém-contratado do Montevidéo Wanderers. Ele é o artilheiro da 1ª divisão uruguaia 2022, com 11 gols em 20 jogos (15 como titular). E foi o goleador da equipe na Sul-Americana 2022, com quatro gols em 8 jogos (4 como titular).

Díaz sofreu uma lesão muscular na última partida do Estudiantes – empate em 0 a 0 com o Banfield. Boselli se machucou no duelo com o Fortaleza, pelas oitavas da Libertadores.

Outra baixa para enfrentar o Athletico é o zagueiro Fabián Noguera (29 anos, ex-Santos).

A provável escalação para quinta-feira, no esquema tático 4-2-3-1, é Andújar; Godoy, Morel, Lollo e Más; Zuqui e Jorge Rodríguez; Manuel Castro, Piatti e Rollheiser; Mauro Mendez.

MÁ FASE
O Estudiantes vive má fase na temporada. Só somou duas vitórias (contra Fortaleza e Barracas Central) nas últimas 11 partidas. Nos outros jogos, três empates e seis derrotas. No campeonato nacional, está em 22º lugar entre os 28 participantes, com três vitórias, três empates e cinco derrotas. Na Copa da Argentina, foi eliminado pelo Belgrano, da segunda divisão, uma fase antes das oitavas de final.

Na primeira fase da Libertadores, porém, o Estudiantes foi bem e terminou como líder do Grupo C, com 13 pontos (quatro vitórias, um empate e uma derrota), à frente do Vélez Sarsfield, Nacional-URU e Bragantino. Nas oitavas, eliminou o Fortaleza.

HISTÓRIA
O Estudiantes conquistou quatro títulos da Libertadores (1968, 1969, 1970 e 2009) e seis da primeira divisão da Argentina (1913, 1967, 1982, 1983, 2006 e 2010).