Publicidade

EUA: em 12 horas, voos da Coreia do Sul e da Itália para EUA passarão por exames

O vice-presidente americano, Mike Pence, afirmou nesta segunda-feira, 2, que em 12 horas será implementada uma triagem completa de voos da Coreia do Sul e da Itália que chegam aos EUA para identificar possíveis casos de coronavírus. No sábado, Pence anunciou que os Estados Unidos desaconselham cidadãos americanos a viajarem para regiões desses dois países que estão mais afetadas pelo surto.

Em coletiva de imprensa na Casa Branca, Pence confirmou que o número de mortos em decorrência da doença nos EUA subiu para seis hoje. Segundo ele, no entanto, o risco para os americanos "continua baixo".

O vice-presidente também disse que o governo federal está comprometido com autoridades locais para conter o avanço do vírus. Ele informou, ainda, que ensaios clínicos de tratamento para coronavírus podem acontecer em seis meses e que empresas farmacêuticas americanas trabalham em vacinas e terapias. Hoje, Pence e o presidente americano, Donald Trump, se reuniram com companhias do setor.

O secretário de saúde dos EUA, Alex Azar, que faz parte da força-tarefa do governo americano liderada por Pence para combater o coronavírus, afirmou que "temos que nos preparar para o pior e para o melhor" ao ser questionado sobre a possibilidade de o coronavírus se tornar uma pandemia. Já o diretor dos Centros de Controle e Prevenção de Doenças (CDC, na sigla em inglês), Anthony Fauci, informou que não há restrições de viagens dentro dos EUA.

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES