EUA: príncipe saudita aprovou operação para 'capturar ou matar' jornalista

Um relatório do serviço de inteligência dos Estados Unidos divulgado nesta sexta-feira afirma que o príncipe herdeiro da Arábia Saudita, Mohammed bin Salman, aprovou uma operação "para capturar ou matar o jornalista saudita Jamal Khashoggi". O documento, datado de 11 de fevereiro, vem do Escritório do Diretor de Inteligência Nacional.

Khashoggi morreu em Istambul, em outubro de 2018, após ter ido ao consulado saudita na cidade turca.

Ontem, jornais americanos noticiaram a publicação o relatório, vazado à imprensa, que se baseia principalmente nas investigações da Agência Central de Inteligência (CIA).

Fonte: Dow Jones Newswires.