Expo Educação

Evento de volta às aulas terá domo 360º, robôs e passeios virtuais no Parque Barigui

(Foto: Reprodução/SMCS)

Mão na massa ao invés de apenas palestras. Evento aberto à comunidade. Interação e tecnologia ao alcance de todos. Esses são os principais ingredientes da receita da Expo Educação 2018, o modelo inédito de Semana de Estudos Pedagógicos que a Secretaria Municipal da Educação realizará nos dias 31/7 e 01/8 no Espaço Expo Renault, no Parque Barigui.

Tradicionalmente as secretarias municipais e estaduais da Educação realizam as semanas pedagógicas, que são reuniões de professores e servidores da rede de ensino para tratar e organizar o trabalho pedagógico e as temáticas do cotidiano escolar. Normalmente consistem em debates e palestras.

“Nossa Curitiba sai na frente e inova na forma de investir em formação na área da educação. Afinal, os professores são protagonistas na formação do cidadão de amanhã, nossos curitibinhas de hoje, e a inovação tem que incluir a formação dos profissionais”, afirma o prefeito Rafael Greca.

“Aqui em Curitiba agora é diferente. Nada será igual a partir de agora. Quebramos um paradigma, rompemos modelos. Esta feira marca esta gestão como um evento totalmente inovador”, explica a secretária municipal da Educação, Maria Sílvia Bacila.

A Expo Educação já conta com 19 mil inscrições e incorpora o conceito do Vale do Pinhão, o ecossistema de inovação da cidade. A comunidade pode participar, gratuitamente.

Atrações

O evento terá domo 360º, impressoras 3D, passeio turístico virtual, robôs, netbooks, tablets, QR codes. Os temas do evento vão desde avaliação e qualidade na educação até as obras realizadas em unidades da rede.

Também inclui palestras, mini palestras, oficinas, vivências com materiais de apoio pedagógico, tecnológico e cultural e ações em parceria com órgãos que atuam ou que tenham trabalhos relacionados à educação. Os departamentos da Secretaria da Educação, como os de Obras, Logística e Recursos Descentralizados, terão estandes para atender os participantes e mostrar o trabalho realizado no dia a dia, além de esclarecer possíveis dúvidas.

Veja aqui a programação completa: https://sites.google.com/view/sep2018/in%C3%ADcio?authuser=0

A superintendente de Gestão Educacional da Secretaria, Elisângela Mantagute, conta que o novo modelo do evento foi concebido com o objetivo de proporcionar maior interatividade entre os participantes, que terão a oportunidade de vivenciar temas do cotidiano e da gestão escolar, dentre muitos, mediados pelas tecnologias da informação e comunicação. “Isso possibilita o desenvolvimento de ações pedagógicas inovadoras nas unidades educacionais”, explica.


Certificados
O servidor deverá participar de seis atividades para receber a certificação. Cada atividade dá direito a um selo. Já as palestras com duração de uma hora garantem dois selos. Os participantes devem trocar o crachá pelo comprovante, ao deixar o evento.

BOX: Formação de professores realizada em Curitiba chama a atenção dos finlandeses

Curitiba já é uma referência em transporte público e em meio ambiente. E agora é também na educação. Foi com essa constatação que a secretária municipal da Educação, Maria Sílvia Bacila, e o assessor municipal de Relações Internacionais, Rodolpho Zannin Feijó, participaram, no final de maio deste ano, de uma visita técnica a universidades e escolas na Finlândia e na Holanda. Os finlandeses estão interessados em conhecer o modelo curitibano de formação de professores.

“Apresentamos o nosso modelo de desenvolvimento profissional para a Finland University, pois eles consideram nosso programa inovador, especialmente por se basear em pesquisas e constituir-se por meio da Secretaria da Educação. Lá, as formações são restritas ao ambiente universitário”, explicou Maria Sílvia.

A Secretaria Municipal da Educação tem um Departamento de Desenvolvimento Profissional que se dedica a organizar formações a seus profissionais, além de manter centros exclusivos para esse fim. “Aqui em Curitiba fazemos formações o tempo todo, temos o programa Veredas Formativas. Como diz o prefeito Rafael Greca, nossos Centros de Desenvolvimento Profissionais são escolas que ensinam a ensinar, garantindo a qualidade que ofertamos a nossos curitibinhas”, comentou a secretária.

Desde setembro do ano passado, a Prefeitura de Curitiba mantém acordo de cooperação técnica com a Finlândia, para intercâmbio de profissionais e ações de formação voltadas a professores. No início de 2019, profissionais finlandeses virão à capital do Paraná para conhecer o sistema educacional e a cultura nacional. Em maio, os professores de Curitiba irão à Finlândia para troca de experiências.

“A Finlândia é o país referência em educação para o mundo todo. Foi muito produtivo e interessante conhecer as experiências deles e mostrar as nossas”, disse Maria Sílvia.