Publicidade
Keirrison

Ex-jogador do Coritiba é dispensado pelo CSA três dias após se apresentar

(Foto: Franklin de Freitas)

Considerado uma das maiores promessas surgidas no Alto da Glória na última década, o atacante Keirrison, ex-jogador de clubes como Barcelona (ESP) e Benfica (POR) terá de lidar com mais um drama em sua carreira. Depois de se apresentar ao CSA na última quinta-feira, ontem o jogador foi dispensado pelo clube alagoano. O motivo é que o tempo estimado para o atacante começar a participar dos treinos é muito longo, o que acabou inviabilizando a negociação.

Por meio de nota, o CSa explicou a situação envolvendo o jogador de 30 anos. "O Departamento Médico do Centro Sportivo Alagoano (CSA), em conjunto com o departamento de futebol profissional e a preparação física, entende que o atleta Keirrison de Souza Carneiro terá um tempo de preparação superior ao desejado pela equipe, e, por esse motivo, informamos que não teremos tempo hábil para esta espera. O campeonato exige uma integração imediata."

O último clube do atacante foi o Londrina, por quem disputou seis jogos em 2018, marcando um gol. Sua última partida foi em 26 de maio do ano passado, contra o Brasil de Pelotas, pela Série B.

Revelado nas categorias de base do CENE, do Mato Grosso do Sul,logo se transferiu-se parao Coritiba, onde estourou como uma das maiores promessas do futebol brasileiro. Foi artilheiro do Brasileirão de 2008 e no ano seguinte foi vendido ao Palmeiras. No futebol paulista, seguiu enfileirando gols (16 em 14 jogos) e cinco meses após ser contratado foi vendido ao Barcelona.

Contudo, nunca jogou no clube catalão e na sequência rodou pelo Benfica e a Fiorentina (ITA), sem alcançar maior destaque. Retornou ao futebol brasileiro e passou a ser perseguido pelas lesões.

Em 2015, viveu o momento mais difícil de sua carreira e de sua vida, provavelmente. O filho de dois anos, henri Lucca, faleceu num Hospital de Curitiba - na época, o jogador havia retornado ao Alto da Glória.

Depois disso, ainda teve lampejos no Londrina, em 2016 (30 jogos e oito gols), mas nunca mais conseguiu repetir a perfomance apresentada no início da carreira.

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES