Publicidade
Decisão

Ex-vereador de Curitiba é condenado na Operação Quadro Negro

Obra de escola em Campina Grande do Sul investigada na operação Quadro Negro (Foto: Wagner Araújo/TCE)
Obra de escola em Campina Grande do Sul investigada na operação Quadro Negro (Foto: Wagner Araújo/TCE)

Em decisão do juiz Fernando Bardelli Silva Fischer, da 9ª Vara Criminal de Curitiba, o irmão da ex-governadora Cida Borghetti (PP) e ex-vereador de Curitiba Juliano Borghetti e o dono da Construtora Valor, Eduardo Lopes de Souza, foram condenados na Operação Quadro Negro, que investiga desvios de cerca de R$ 20 milhões em obras de construção e reformas de escolas estaduais.

Borghetti foi condenado a três anos e seis meses de reclusão por tráfico de influência. O dono da Valor admitiu ter feito pagamentos ao ex-vereador, em 2015, em troca de um cargo público comissionado dentro da estrutura da vice-governadoria do Paraná. Segundo o delator, Juliano Borguetti recebeu R$ 45 mil. Ele poderá cumprir a pena no regime semiaberto e recorrer em liberdade.

Leia mais no Blog Política em Debate

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES