Publicidade
Em Boston

Explosão na chegada de maratona deixa 3 mortos; FBI vê "terrorismo"

A chegada da Maratona de Boston, nesta segunda-feira (15), registrou a explosão de duas bombas. Pelo menos 28 pessoas ficaram feridas e duas morreram no incidente, confirmou a polícia local. Mais tarde, uma terceira morte foi confirmada. Os números, porém, ainda podem aumentar.

À noite, o FBI considerava os ataques como "terroristas", segundo noticiou a imprensa norte-americana.

As explosões teriam acontecido aproximadamente três horas depois que os vencedores finalizaram a histórica prova, que está em sua 117ª edicão, sendo considerada a maratona mais antiga do mundo, disputada desde 1897.

A primeira explosão aconteceu no lado norte da Boylston Street, logo antes da linha de chegada, às 14h45 locais (15h45 de Brasília). A outra explosão aconteceu segundos depois. Milhares de corredores ainda não haviam terminado a prova.

Segundo o G1, pelo menos 131 corredores brasileiros disputaram a maratona neste ano.

No local do incidente, testemunhas falam em feridos graves, com membros amputados, e muito sangue. Os espectadores feridos foram socorridos pelo serviço médico disponível no local para atender aos corredores exaustos. 

Clique AQUI para ver um vídeo que mostra o momento de uma das explosões.

Terceira explosão

Após as duas explosões no local da maratona, a polícia norte-americana encontrou duas outras bombas em um local próximo à Boylston Street, segundo informou a agência Associated Press.

Também foi informado um terceiro incidente, na biblioteca JFK, que reúne o acervo do presidente John Kennedy, cerca de 30 minutos após as bombas explodirem na linha de chegada da tradicional Maratona de Boston.

O local acabou sofrendo estragos, mas um porta-voz da biblioteca informou que não há feridos no prédio atingido pelo terceiro artefato explosivo.

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES