Publicidade
Cultura

Exposição resgata história do pai da imigração japonesa no Brasil

Exposição resgata história do pai da imigração japonesa no Brasil
Ryo Mizuno. (Foto: Divulgação)

Objetos pessoais, imagens e o diário de bordo do japonês Ryo Mizuno fazem parte da exposição “Ryo Mizuno, o pai da imigração japonesa no Brasil e seu diário de bordo do Kasato Maru”, que abre nesta terça-feira (17), às 17h, no hall da Secretaria de Estado da Cultura, em Curitiba.

A mostra faz um resgate da colonização japonesa no Brasil a partir da história do empresário e político japonês Ryo Mizuno, escrita por ele mesmo durante sua viagem de mudança do Japão ao Brasil.

Ryo esteve pela primeira vez em território brasileiro em 1906. Após esta expedição, na qual teve contato com a produção cafeeira do país, decidiu propor um plano de imigração japonesa, que tinha previsão de trazer três mil pessoas.
Em 1908, após mobilizar recursos, Mizuno desembarcou no Brasil com o primeiro grupo, cerca de 165 famílias, a bordo do famoso navio Kasato Maru.

Entretanto, em uma de suas viagens ao Japão, para buscar novos imigrantes, foi surpreendido pelo início da Segunda Guerra Mundial, o que o impediu de voltar ao Brasil. Apenas dez anos depois ele pôde retornar e reencontrar sua família, que já estava instalada em Curitiba. Ele viveu até os 91 anos, em São Paulo.

A mostra é uma homenagem à visão e aos esforços de Ryo Mizuno para trazer desenvolvimento para seu povo e para sua nova terra, o Brasil, e também à população japonesa responsável pela diversidade da formação do povo brasileiro. Os documentos e objetos que estarão expostos foram cedidos pela comunidade japonesa e pelo Museu da Imigração Japonesa de São Paulo.

SERVIÇO: 
Exposição “Ryo Mizuno, o homem que iniciou a imigração japonesa no Brasil e seu diário de bordo do Kasato Maru”.
Data Abertura: 17 (terça-feira).
Horário: 17h.
Período expositivo: até 5 de outubro.
Local: Hall da Secretaria de Estado da Cultura - Rua Ébano Pereira, 240. Centro. Curitiba/PR.
Visitação de segunda a sexta-feira, das 8h30 às 12h e das 13h30 às 18h
Entrada gratuita.
 

 

DESTAQUES DOS EDITORES