Publicidade
Trânsito

Faixa exclusiva para ônibus começa a valer na segunda-feira na Mário Tourinho

Nos primeiros dias de adaptação, agentes de trânsito vão orientar os motoristas
Nos primeiros dias de adaptação, agentes de trânsito vão orientar os motoristas (Foto: Pedro Ribas/SMCS)

A partir de segunda-feira (21/1) entra em funcionamento a faixa exclusiva para ônibus na Rua General Mário Tourinho. A mudança de trânsito ocorre no trecho de pouco mais de um quilômetro entre a Avenida Vicente Machado e o Terminal Campina do Siqueira, com o objetivo de reduzir o tempo de deslocamento do transporte coletivo. Atualmente os ônibus levam aproximadamente 17 minutos para percorrer essa distância, nos horários de maior movimento.

“O objetivo é beneficiar os cerca de 63 mil passageiros por dia que usam uma das cinco linhas do transporte coletivo que passam por essa extensão da Mário Tourinho diariamente”, explica a superintendente de Trânsito, Rosangela Battistella, se referindo aos 89 ônibus das linhas Interbairros II, Capão Raso/Campina do Siqueira, Inter 2, Inter 2 (reforço entre Capão Raso e Campina do Siqueira) e Pinhais/Campo Comprido.

Nos primeiros dias de adaptação, agentes de trânsito vão orientar os motoristas, das 7h às 20h. “Nesse primeiro momento, condutores que ainda trafegarem pela faixa exclusiva, ao lado direito da rua, não serão multados, mas serão indicados a obedecer a sinalização de trânsito indicada em placas e na pintura no pavimento”, reforça Rosangela.

A Setran vai monitorar o comportamento dos motoristas ao longo da primeira semana para verificar a necessidade de continuar a ação de orientação dos agentes. Na sequência, veículos que não forem ônibus e insistirem em trafegar pela faixa exclusiva poderão ser autuados pela fiscalização de trânsito. Essa regra começa a valer no dia 4 de fevereiro.

A infração - de natureza gravíssima - acarreta a perda de 7 pontos na carteira de habilitação, multa de R$ 293,47 e remoção do veículo, conforme o inciso III do artigo 184 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB): “transitar com o veículo na faixa ou via de trânsito exclusivo, regulamentada com circulação destinada aos veículos de transporte público coletivo de passageiros, salvo casos de força maior e com autorização do poder público competente”.

Conversão à direita

Motoristas que desejarem acessar imóveis e fazer a conversão à direita para as ruas transversais devem ficar atentos à linha tracejada pintada no pavimento que permite o acesso, próximo aos cruzamentos, nos mesmos moldes das faixas exclusivas já existentes.

Além da Mário Tourinho, Curitiba tem faixas exclusivas para o transporte coletivo nas ruas XV de Novembro, Marechal Deodoro, Conselheiro Laurindo e Desembargador Westphalen.

DESTAQUES DOS EDITORES