Assine e navegue sem anúncios [+]

Falta de médicos faz município paranaense decretar situação de emergência

A falta de médicos nos postos de saúde e na Santa Casa fizeram com que a prefeitura de Campo Mourão decretasse situação de emergência na última sexta-feira (9). A medida, válida por 180 dias, aponta a necessidade de contratação de profissionais para áreas como obstetrícia, neurocirurgia, ortopedia e urgência pediátrica.

A situação foi decretada após a empresa licitada para atender aos pacientes do Posto 24 Horas deixar de prestar serviços no município na última sexta-feira.

A prefeitura argumenta que preferiu encerrar o contrato com a empresa licitada por suspeitar de superfaturamento nos serviços prestados. Até agora, doze profissionais já foram contratados de forma direta, sem prestar concurso público.

O que não queremos é que nossa população fique sem atendimento. Estamos nos entendendo com o Ministério Público desde a semana passada para resolver isso da melhor forma possível e garantir o atendimento aos munícipes, explicou a prefeita Regina Dubay, em nota.

Apesar da falta de médicos, todos os postos de atendimento do município estão abertos. Um concurso público deverá ser realizado em até 90 dias.

Assine e navegue sem anúncios [+]

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições. OK