Publicidade
Política em Debate

Fama

Fama

O ex-senador e pré-candidato ao governo, Osmar Dias (PDT), ironizou sua suposta fama de indeciso. Eu vejo dizerem que o Beto (Richa) não decidiu ainda se vai sair ou não do governo. Eu falo: ‘puxa, mas o Beto é indeciso’, hem. Aí falam: ‘o Requião não decidiu se é candidato a governador ou senador’. O Requião é indeciso, hem? Porque que só o Osmar tem que decidir com dez anos de antecedência, disse em entrevista à rádio CBN de Cascavel, lembrando que lançou sua pré-candidatura há um ano.

Irmão
Osmar também reafirmou a intenção de permanecer no PDT. E disse que não há impedimento para que ele apoie a pré-candidatura do irmão, Alvaro Dias (Podemos) à presidência da República, apesar do PDT ter o ex-ministro Ciro Gomes como pré-candidato. Eu conversei com o próprio Ciro Gomes, ele entendeu. E conversei com o presidente do partido, o (Carlos) Lupi. Há uma discussão ainda que tem que ser finalizada. Mas eu acredito que terei a liberdade para fazer a minha campanha, e os companheiros do PDT vão fazer a opção: se eles querem apoiar o candidato do partido, ou querem apoiar aquele que eu considero importante para o Paraná, porque eu acho que está na hora do Paraná se unir em torno de um projeto que possa eleger um presidente da República, pela primeira vez, paranaense, explicou.

Cafeteria
A Assembleia Legislativa lançou um edital de licitação para contratar uma empresa para constgruir um quiosque para a cafeteria da Casa, por até R$ 189.135,59. A justificativa do edital é que circulam milhares de pessoas diariamente no prédio onde fica o plenário e os gabinetes da Casa, mas no local não existe qualquer espaço adequado e conveniente para disponibilização de uma alimentação rápida e de qualidade. A licitação está marcada para o próximo dia 26.

Reboque
Diante das especulações de um suposto acordo entre Ratinho Júnior (PSD) e Cida Borghetti (PP) para a disputa pelo governo, o deputado estadual Ney Leprevost (PSD) reagiu divulgando nota em que afirma que o partido não irá a reboque na eleição deste ano. O PSD do Paraná tem compromisso com uma nova política e não vai ficar a reboque de ninguém, afirmou. Para ele, não há como o PSD não ter candidato ao governo do estado: Isto já está definido. O Ratinho Junior é pré-candidato a governador e pronto. Ele lidera todas as pesquisas no Estado. Estas fórmulas mágicas que alguns estão propondo em conversas na calada da noite são ridículas, disse o deputado.

Fritura
O delegado federal e ex-secretário da Segurança Pública, Wagner Mesquita, atribui ao ano eleitoral sua demissão da pasta nesta semana. Mesquita diz ter sido alvo de articulação política de associações de policiais militares que pressionaram o governador Beto Richa (PSDB). Estabelecer metas e acompanhar a execução nem sempre agrada a todos, principalmente associações e cada uma puxa para sua instituição, são várias, cada uma com influências diferentes também. Eu refuto a essa necessidade, esse movimento político de ter uma coalizão, de tentar pelo menos, esses os reais motivos (da demissão), mas o governador é que sabe, aponta.

Candidato
Sobre uma eventual candidatura ao Poder Legislativo, Mesquita não descarta uma filiação partidária até abril para que possa se candidatar a uma cadeira na Assembleia Legislativa ou Câmara Federal. Ele ainda não é filiado a nenhum partido, mas tem até abril para, se for o caso, escolher uma legenda. Convites estão aparecendo e podem vir a aparecer. Está muito cedo ainda para fazer opções. Nunca avaliei essa possibilidade. Antes desses acontecimentos e da forma com que seu minha saída. Hoje eu não descartaria, dependendo da proposta, dependendo da parceria, arrisca.

Publicidade

DESTAQUES DOS EDITORES