Federação Israelita repudia postagem de técnico de basquete vestido como Hitler

A Federação Israelita do Estado de São Paulo manifestou repúdio ao treinador e gestor da Liga Sorocabana de Basquete, Rinaldo Rodrigues, após ele ter aparecido em seu perfil no Instagram utilizando um filtro que o transformava no nazista Adolf Hitler.

Questionado pela Federação Israelita sobre a publicação, o técnico justificou que se tratava de uma "brincadeira" por causa do corte de seu cabelo, que estaria semelhante ao do ditador alemão, responsável pela morte de 6 milhões de judeus durante a Segunda Guerra Mundial. Rinaldo apagou a publicação após a repercussão do caso.

A Federação considerou o gesto de Rinaldo Rodrigues como "indesculpável" e afirmou que não irá tolerar o que treinador chamou de "brincadeira", já que se trata de um tema sensível a toda comunidade judaica.

"Trata-se de uma atitude indesculpável e que merece toda forma de condenação possível. Não toleraremos 'brincadeiras' com temas tão sensíveis para todos nós", avaliou a entidade, que ainda afirmou estar tomando medidas em relação ao acontecimento, a partir de seu corpo jurídico.