Pé na estrada

Feriado de Finados deve ser o mais movimentado desde o início da pandemia

Rodovias esperam fluxo bem maior que o dos últimos feriados
Rodovias esperam fluxo bem maior que o dos últimos feriados (Foto: Valquir Aureliano)

Sexta-feira chegou e tem feriado se aproximando. Na próxima segunda-feira (2) celebra-se o Dia de Finados, feriado nacional. Além disso, muitas repartições públicas também deslocaram o ponto facultativo do Dia do Servidor Público, comemorado em 28 de outubro, para esta sexta-feira (30) em Curitiba e a  próxima terça-feira (3) no Estado. Dessa forma, cresce também a expectativa com relação ao feriado que se aproxima e que deve ser o de maior movimento nas estradas do Paraná desde que a pandemia do novo coronavírus começou a atingir o país, em meados de março.

Ontem, por exemplo, uma projeção divulgada pelo Sem Parar, empresa do Grupo Fleetcor que atua no mercado de pagamentos automáticos, mostrou que o fluxo de veículos que circularão pelas rodovias brasileiras durante os quatro dias de emenda será 5% maior (média nacional) do que nos últimos feriados, em 7 de setembro (Independência do Brasil) e 12 de Outubro (Nossa Senhora Aparecida).

Conforme a empresa, trata-se da maior movimentação de pessoas em um final de semana desde o começo da pandemia do novo coronavírus no Brasil, sendo que as estradas paranaenses representarão 3,11% do volume de tráfego em todo o país,atrás de estados como São Paulo (69%), Rio de Janeiro (8,2%), Minas Gerais (7,7%) e Santa Catarina (3,47%).

No Paraná, essa tendência de fluxo alto de veículos ainda é confirmada pela Ecovia Caminho do Mar, que administra o trecho Curitiba-Litoral da BR-277. Conforme a concessionária, 112 mil veículos devem trafegar em ambos os sentidos do trecho de concessão nos próximos dias, no que a concessionária espera que seja o feriado de maior movimento de veículos na estrada desde o início da pandemia.

Ainda hoje são esperados mais de 17 mil veículos na Descida da Serra, ao passo que no sábado o fluxo já será intenso desde logo cedo, a partir das 7 horas. O movimento de retorno, por outro lado, deve começar na segunda-feira, quando 27 mil veículos estão previstos para circular na BR-277, com maior concentração no final da tarde, entre 18 e 19 horas e movimento intenso também ao longo da terça-feira.

Já na BR-376, que liga a capital paranaense com o litoral de Santa Catarina, a Autopista Litoral Sul informou que não divulgaria projeções de movimento por conta de uma questão burocrática (“período de silêncio”) envolvendo a CVM (Comissão de Valores Mobiliários).

De toda forma, a concessionária informou que o fluxo nas rodovias BR-116-PR/Contorno Leste, BR-376-PR, e BR-101/SC, na ligação entre Curitiba e Florianópolis, deve se intensificar a partir das 14h de sexta-feira, se estendendo até a meia-noite. No sábado, o maior movimento é previsto das 10h às 20h. Já no retorno, o pico é esperado para o período das 14h às 20h de segunda-feira.

Policiamento
A malha rodoviária estadual receberá uma cobertura de policiamento especial do Batalhão de Polícia Rodoviária (BPRv) no feriado prolongado de Finados. Desde as 18 horas de ontem,as ações de fiscalizações, abordagens, testes com etilômetro (bafômetro) e aplicação de radares móveis nos principais pontos do Estado foram intenisficadas. Os trabalhos seguem até a meia-noite de terça-feira.

O efetivo que atua nos 56 Postos Rodoviários dos cerca de 13 mil quilômetros de rodovias estaduais vai reforçar as ações para coibir crimes de trânsito, como embriaguez ao volante, e também outros delitos como tráfico de drogas, contrabando e descaminho.

Também à zero hora de hoje, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) iniciou a Operação Finadosnas rodovias federaisque cortam o Paraná. Assim como a operção estadual, ela segue até a virada do da segunda-feira para terça-feira

Tradicional missa no Cemitério Água Verde será levada para o Guadalupe
Milhares de pessoas costumavam acompanhar, em frente ao Cemitério da Água Verde, em Curitiba, as celebrações de Finados. Mas a pandemia reformulou as tradicionais comemorações da Igreja e neste ano, serão dentro do Santuário Nossa Senhora de Guadalupe e Jesus das Santas Chagas, no Centro da cidade. As Missas serão às 7h30, 10, 12 e 18 horas.

Os cemitérios municipais reabriram em meados de outubro, após o período de restrições causados pela pandemia. Famílias interessadas em fazer limpeza, pinturas e pequenos reparos em túmulos têm até hoje para concluir os trabalhos, observando o distanciamento, uso de máscara e também o racionamento de água

Na segunda-feira de Finados, os portões das necrópoles ficam abertos das 9 às 18 horas (horário de fins de semana e feriados). Usuários devem observar os protocolos de distanciamento social, uso de máscaras e higienização das mãos para prevenção à disseminação do novo coronavírus.

Fique em casa — Manter o isolamento social continua sendo a recomendação do Comitê de Técnica e Ética Médica. Quem não puder evitar a saída de casa, deve usar máscaras de tecido, ficar distante, no mínimo, 1,5 m de outras pessoas e manter a higienização das mãos. Parques e outros locais ao ar livre podem ser frequentados para atividades físicas, feitas de forma individual ou a distância, em horários alternativos.

Os órgãos estaduais que já retomaram o atendimento ao público terão um funcionamento diferenciado não apenas no Dia de Finados, celebrado na segunda-feira, como também na terça-feira. O Governo do Estado divulgou uma circular que transfere para a data as comemorações do Dia do Servidor Público, celebrado em 28 de outubro, declarando ponto facultativo para os servidores. Serviços essenciais, que não permitem paralisação, funcionam normalmente.

Expectativa é de maior movimento nos parques estaduais e municipais
O feriado prolongado de Finados deve movimentar os parques do Estado, com a expectativa de grande procura pelas áreas ao ar livre. O Projeto de Retomada do Turismo, do Governo do Estado, foi construído com foco em promover destinos e viagens de curtas distâncias, buscando o fortalecimento do setor, que é um grande gerador de emprego e renda e movimenta a economia, conforme explica a diretora técnica da Paraná Turismo, Isabella Tioqueta.

Um exemplo é o Parque Vila Velha, em Ponta Grossa. A previsão da gerência é que mais de 2,5 mil pessoas visitem o local neste fim de semana prolongado. A capacidade de público está reduzida para 845 visitantes e todos os protocolos para prevenção ao coronavírus devem ser seguidos.

Desde que reabriu, no início de setembro, o parque atingiu sua lotação máxima justamente no domingo do último feriadão de Nossa Senhora Aparecida.

Em Curitiba o mesmo deve ocorrer nos parques da cidade que recebem visitantes. Nos últimos fins de semana com sol e tempo bom,todos eles ficaram lotados. Unidades de conservação como o Zoológico de Curitiba e o Bosque Reinhard Maack permanecem fechados em razão dos seus espaços favorecerem a formação de aglomerações. Assim como o Museu de História Natural Capão da Imbuia e o bosque anexo.

Apesar desta aparente desenvoltura da população frente à pandemia, o vírus da Covid-19 está em circulação. Apesar da queda no número de novos casos e mortes em Curitiba, o número de casos ativos se mantém alta. Segundo o boletim divulgado na quarta-feira pela secretaria municipal de Curitiba, há 3.513 casos ativos na cidade e, nos últimos seis dias, o número de casos ativos só cresceram.