Curitiba de Graça

Festival de Percussão e histórias da Rua XV são destaques culturais da cidade

(Foto: Divulgação)

Veja essas e outras dicas do Curitiba de Graça 

Festival Internacional de Percussão com abertura do cantor e instrumentista João Bosco (foto), curso sobre a memória da cidade tendo a Rua XV de Novembro como destaque e o aniversário de Ingmar Bergman. Essas são algumas das atrações que o Curitiba de Graça apresenta para os leitores do Bem Paraná.

Confira e boa leitura! 



FIP Curitiba

Crédito: Divulgação

Legenda: Fanta Konatê é uma das atrações do FIP

O Festival Internacional de Percussão (FIP Curitiba) chega a sua quarta edição com uma série de lives apresentando ao público shows, falas públicas e encontros pedagógicos. O Festival tem início no dia 9 de agosto e, durante 15 dias consecutivos, sempre às 21h, via Youtube e Facebook, oferece gratuitamente uma variada programação com atrações musicais nacional e internacional. 

A abertura fica por conta da live de João Bosco e Mano a Mano Trio, no dia 9, às 21h. Durante duas semanas passam pelo FIP, artistas importantes da música: Badi Assad, Priscila Brigante, Gabi Guedes, Nath Calan, Facundo Ferreira, Andrezza Prodóssimo, Thayana Barbosa, Lapercutório, Fanta Konatê, Monica Millet, entre outros.

O FIP, com curadoria e idealização do músico Vina Lacerda, promove intercâmbio entre artistas e leva à comunidade uma série de atividades mescladas em suas ações de ensino, performance, pesquisa e formação de plateia.

A 4ª edição apresenta diversos conteúdos produzidos com exclusividade para o Festival, gravados em diversas cidades, respeitando as recomendações de órgãos públicos e da Organização Mundial de Saúde (OMS).

Confira a programação completa:

09/08: João Bosco e Mano a Mano Trio – Mano a Mano Trio toca João Bosco

10/08: Gabi Guedes – Tambores Sagrados Pradarrum

11/08: Nath Calan – Música Cênica

12/08: Facundo Ferreira – Percussão Argentina Contemporânea 

13/08: Andrezza Prodóssimo e Thayana Barbosa – Voz, Corpo e Tambor

14/08: Marcus Musk – Atabasabar

15/08: AIMEC convida Bry Ortega, Marcelo Vig e Rafael Araujo – beats e timbres na música eletrônica

16/08: Badi Assad e Priscila Brigante

17/08: Denis Mariano e Luis Rolim – Percussão e Bateria

18/08: Jean Pscheidt e Flavio Veloso – Criatividade e Autorregulação na prática Musical

19/08: Nós em Traço – Arte em movimento na construção de infâncias inventivas

20/08: Fanta Konatê e Monica Millet – Mulheres, dança e tambores em tradições de matriz africana

21/08: Pandeirada Orquestra convida: Bernardo Aguar, Clarice Magalhães, Wive Melo e Tamima Brasil

22/08: Lapercutório - Do Balde à Batucada

23/08: Vina Lacerda – Encerramento 4º FIP Curitiba

Para mais informações, acesse: https://www.fipcuritiba.com.br 



Rua XV

Crédito: Arquivo/SMCS

Legenda: Construção do calçadão da Rua XV de Novembro em 1972.

O Sesc Paço da Liberdade está com inscrições abertas de cursos para resgatar a memória da cidade. O destaque é o curso “Sesc Memórias da Cidade – Rua XV de Novembro”, que ocorre no dia 29 de julho, às 14h. As inscrições gratuitas pode ser feitas aqui: https://www.sescpr.com.br/curso/memorias-da-cidade-2/turmas/sesc-paco-da-liberdade/

O “Memórias da Cidade” é uma série de oficinas que apresentam histórias da Curitiba antiga e patrimônios culturais que marcaram épocas. Nesta nova edição, o foco será a Rua XV de Novembro, que em 1972 se tornou a primeira rua calçada exclusiva para pedestres do Brasil. 



Ingmar Bergman

Crédito: Reprodução/Site Fotos Públicas

Legenda: Nascido em 14 de julho de 1918 e falecido em 30 de julho de 2007, Bergman foi escritor, diretor e produtor de teatro e de cinema.

Neste mês de julho é comemorado o nascimento e morte de Ingmar Bergman, um dos maiores diretores do cinema mundial. Para celebrar a data, o Sesc Paranavaí fará uma homenagem ao cineasta com um bate-papo virtual.A conversa, que abordará a obra e o legado do cineasta, acontece no dia 30 de julho, das 18h às 19h e as inscrições podem ser feitas até o dia 28, por aqui: https://www.sescpr.com.br/atividade/bate-papo-virtual-cinesesc-danca-macabra-homenagem-a-ingmar-bergman-30-07-2021-1800/

Vai também até o dia 28, a programação do Cine Passeio para esta semana. Confira a programação virtual e presencial neste link:

https://curitibadegraca.com.br/programacao-do-cine-passeio-tem-estreia-e-filmes-que-continuam-em-cartaz/ 



MON ao vivo

Crédito: Alessandro Vieira/AEN.

Legenda: Museu Oscar Niemeyer já reabriu ao público, mas atividades artísticas continuam somente no formato virtual.

O Museu Oscar Niemeyer (MON) oferece ao público na próxima quarta (28), a oficina artística “Escultura com Papel-alumínio”, nova atividade do programa “MON ao Vivo”, lançado em junho e que conta com aulas gratuitas em videoconferências.

Nesta edição, o “MON ao Vivo” pretende explorar as possibilidades de criação com materiais do cotidiano: rolo de papel-alumínio, tesoura e fita adesiva transparente. Qualquer pessoa interessada a partir de sete anos pode participar (crianças com idade inferior devem estar acompanhadas de um adulto).

As inscrições, que são gratuitas, podem ser feitas https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLSfJX5m00xtlxX6nS0cu38okguoDnFHc9A78xlOLu2RJnz8WtA/viewform. Depois de preencher o formulário, é só aguardar o recebimento do link de participação. Mais informações podem ser obtidas pelo e-mail educativo@mon.org.br ou pelo telefone (41) 3350-4448. A oficina contará com intérprete de Libras. 



Cândido de Abreu

Crédito: Lucilia Guimarães/SMCS

Legenda: Engenheiro e urbanista, Cândido de Abreu foi prefeito de Curitiba no fim do século XIX (1892-1894) e no começo do século XX (1913-1916).

Está em exposição na Casa Romário Martins, no Centro Histórico de Curitiba, obras de Curitiba realizadas por Cândido de Abreu, engenheiro civil, urbanista e ex-prefeito da cidade. A exposição “A Curityba de Cândido de Abreu” reúne cerca de 140 fotos, documentos, mapas e plantas arquitetônicas que abrangem a primeira das duas gestões de Abreu, no fim do século XIX (1892-1894) e a seguinte, no começo do século XX (1913-1916). A coordenação é da historiadora Aparecida Vaz da Silva Bahls.

Os itens apresentados fazem parte de acervos dos departamentos de Arquitetura e Urbanismo da UFPR (Universidade Federal do Paraná) e da UTFPR (Universidade Tecnológica do Paraná), dos arquivos públicos estadual e municipal, do Museu Paranaense, da Casa da Memória da Fundação Cultural de Curitiba, da Fundação Biblioteca Nacional e do Museu Imperial do Rio de Janeiro, além do Museu Histórico Abílio Barreto de Minas Gerais.

Nascido em Paranaguá, Cândido Ferreira de Abreu foi engenheiro e o primeiro prefeito eleito de Curitiba. Em sua administração, realizou obras que seguem fazendo parte da Curitiba do presente, como o Paço Municipal (antiga Prefeitura, na Praça Generoso Marques), o Belvedere e o Mirante do Alto do São Francisco, os repuxos das praças Eufrásio Correia e Carlos Gomes e os portões do Passeio Público. O terreno para construção do prédio histórico da UFPR foi doado pela prefeitura na gestão de Abreu.

 

Para mais dicas culturais, acesse: www.curitibadegraca.com.br