Publicidade

Fumaça de incêndio em depósito da Electrolux atinge 30 mil pessoas

Trinta mil pessoas foram atingidas pela fumaça causada pelo incêncio no depósito da fábrica Electrolux, segundo informou nesta terça-feira (17) a Defesa Civil de Curitiba. A fumaça foi sentida num raio que engloba as localidades do Moradia da Ordem, Monteiro Lobato e Tatuquara. 

Foram atendidas 120 pessoas nas unidades de saúde da regional Pinheirinho (71 atendimentos) e na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Pinheirinho (49 atendimentos). Elas apresentavam problemas respiratórios, foram atendidas e liberadas. A Secretaria Municipal da Saúde orienta a população da região que continue observado nos próximos dias sintomas, como dor de cabeça, tontura, enjoo, entre outros, que podem ser consequência da fumaça.

Foram esvaziadas e fechadas sete escolas municipais, três estaduais, três Armazéns da Família, sete CMEI e a Unidade de Saúde Moradias da Ordem. Nesta quarta as escolas devem continuar fechadas. 

Agora à tarde, o vento mudou de rumo, tomando o sentido do Pinheirinho. As equipes da Defesa Civil e Corpo de Bombeiros analisam a situação para tomar as providências que forem cabíveis. Elas indicam que os motoristas não passem pela Rodovia do Xisto, que está com visibilidade afetada em função da fumaça.

Quarenta pessoas foram abrigadas na Casa de Retiro das Irmãs Guadalupanas - na Rua La Salles, no Pinheirinho, a duas quadras da Igreja do Sagrado Coração (na Rua Nicola Pelanda). A casa tem disponível 70 lugares bem estruturados para receber as famílias.

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES