Fundação homologa vitória da OS Sustenidos como gestora do Teatro Municipal de SP

A Fundação Teatro Municipal de São Paulo homologou a vitória da Sustenidos Organização Social de Cultura no processo de chamamento para a escolha de uma nova gestora para o Complexo Teatro Municipal. Com isso, a entidade assume o teatro pelos próximos cinco anos, com um contrato que garante a ela repasse de R$ 600 milhões.

A Sustenidos havia sido a primeira colocada, obtendo maior nota no parecer da comissão de seleção, divulgado no dia 22 de abril. No entanto, recursos foram apresentados pelo Instituto Baccarelli, questionando a objetividade do processo, e pela própria Sustenidos, que pedia revisão para cima de suas notas.

Segundo publicação da fundação no Diário Oficial, a comissão resolveu negar integralmente o recurso do Baccarelli e aumentar em um ponto a nota da Sustenidos. O parecer completo da comissão não foi divulgado. A reportagem pediu à Secretaria Municipal de Cultura a íntegra do documento, mas ainda não obteve resposta.

A Sustenidos já havia assumido o Municipal no dia 30 de abril, em um contrato de emergência para evitar a paralisação das atividades. E, como mostrou o Estadão, já vinha realizando mudanças na estrutura, demitindo profissionais de postos-chave e criando novos cargos, como o de superintendente, ocupado por Andrea Caruso Saturnino.