Bilhetagem

Gaeco denuncia ex-diretores da Urbs e empresários por dispensa indevida de licitação que teria causado dano de R$ 6,4 milhões

(Foto: Divulgação)

O Ministério Público do Paraná, por meio do núcleo de Curitiba do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), ofereceu denúncia contra um ex-presidente e um ex-diretor da Urbanização de Curitiba S/A (Urbs), empresários e um ex-presidente de uma organização social pelo crime de dispensa indevida de licitação. Conforme a denúncia, a empresa contratada para desenvolver, implantar e manter o sistema eletrônico de bilhetagem do transporte público de Curitiba teria sido escolhida pelos denunciados à margem da realização do devido procedimento licitatório.

Leia mais no blog Política em Debate