En Passant

Gaeco faz operação contra organização criminosa dentro de presídios no Paraná

O Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), do Ministério Público do Paraná, em conjunto com o Batalhão de Operações Especiais, o Batalhão de Choque e o Serviço de Operações Especiais da Polícia Militar do Paraná cumprem nesta quinta-feira, 26 de setembro, 18 mandados de prisão preventiva e 13 de busca e apreensão na operação “En Passant”, que apura a atuação de organização criminosa em presídios do Paraná.

É investigado o envolvimento de integrantes de facção criminosa no tráfico de drogas, comércio e posse de armas, sequestro e cárcere privado de pessoas, além de participação em homicídios de presos ou desafetos da organização. As investigações tiveram início há sete meses e são conduzidas pelo Núcleo de Ponta Grossa do Gaeco, em conjunto com o 1º Batalhão da Polícia Militar daquele município.

Seis mandados de busca e apreensão são cumpridos nos presídios em Piraquara e Londrina e sete em residências dos investigados (dois em União da Vitória, um em General Carneiro, um em Porecatu, dois em Ponta Grossa e um em Prudentópolis).