Atlético

Galatto elogia clube e critica gremistas

O goleiro Galatto, 24 anos, está perto de um acerto com o Atlético. “Ainda falta pegar minha liberação total do Grêmio”, declarou ele, que tem contrato com o clube gaúcho até 31 de dezembro. O jogador tenta rescindir antes dessa data para poder assinar com a equipe paranaense. “Pela minha vontade já teria acertado”, afirmou. “Tenho certeza que não vai ter complicação nenhuma”, comentou.
Para a temporada 2008, o Grêmio perdeu o titular Saja, mas contratou Victor, do Paulista. Tudo indica que Galatto, terceiro goleiro em 2007, continuaria no banco. “Aqui no Grêmio começaram a falar que para jogar a Libertadores o goleiro tinha que ter 30 anos pra cima”, declarou.
Agora, o jogador quer voltar a ser titular. “Pretendo jogar, ser titular e voltar a ter destaque”, disse. “Procuro vestir a camisa de um grande clube, que tem tradição, que tem torcida muito boa, que cobra mas que respeita”, afirmou.
Galatto explicou por que o Atlético é uma boa opção para retomar sua carreira. “É um clube com uma estrutura que dá inveja a todos os outros clubes do Brasil”, disse. “Tem estrutura, organização, centro de treinamento e o estádio mais moderno do Brasil”, declarou. “Joguei contra o Atlético e senti a pressão da torcida no campo”, comentou. “Nas duas vezes que joguei aí foi com o estádio lotado. E o jogador sempre quer jogar com casa cheia”, explicou.
Galatto revelou que não possui proposta de outros clubes brasileiros. “Teria alguma coisa para o Exterior. Mas é só especulação, nada concreto”, garantiu.

Saída
O lateral-esquerdo Alessandro, que só fez uma partida no Atlético em 2007, acertou com o Vitória-BA. Até o início de 2007, o jogador atuava no futebol da Austrália.