Publicidade
POLÊMICA

General acusa Congresso de chantagem

Um dos principais auxiliares do presidente Jair Bolsonaro, o ministro do Gabinete de Segurança Institucional, general Augusto Heleno, afirmou que as “insaciáveis reivindicações” de parlamentares por fatias do Orçamento prejudicam a atuação do Executivo e vão contra os preceitos de um regime presidencialista. A declaração, feita no Twitter, ocorre após ele reclamar de “chantagem” durante conversa com os ministros Paulo Guedes (Economia) e Luiz Eduardo Ramos (Secretaria de Governo em cerimônia no Palácio da Alvorada. “Rapaz, nós não podemos aceitar esses caras chantagearem a gente o tempo todo. Fodam-se”, afirmou Heleno na terça-feira, em áudio captado pela transmissão de evento no Palácio da Alvorada. O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ) reagiu. “Uma pena que um ministro com tantos títulos tenha se transformado num radical ideológico”.

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES