Alerta

Golpistas usam página do governo federal para capturar dados bancários

(Foto: Reprodução )

A Pró-Reitoria de Gestão de Pessoas da Universidade Federal do Paraná (UFPR) identificou um site fraudulento que espelha o layout do Portal do Servidor, do governo federal, para capturar dados pessoais e até bancários de quem usa buscadores da Internet, a exemplo do Google, para acessar a página. A página aparece no sistema de buscas e, caso clique no link, o usuário pode ser vítima de um golpe.

A página falsa pede o login e a senha do usuário e, à medida que o processo avança, solicita dados bancários. Na página do servidor é possível, entre outras coisas, acessar a folha de pagamento, verificar situação de férias e até mesmo pedir empréstimos consignados – o que aumento o risco de fraudes para quem entra no endereço incorreto sugerido pelos buscadores. Esse endereço possui domínio .org, enquanto o oficial é .gov.

A Progepe orienta que servidores docentes e técnicos, ativos e inativos, só acessem a página pela URL www.servidor.gov.br Em caso de dúvidas, os servidores devem entrar em contato com a TI da pró-reitoria ou ainda com a central de atendimento.

Outro golpe - Nesta semana, a  Polícia Civil do Paraná (PCPR) alertou que estão utilizando o nome da Delegacia Eletrônica para aplicar golpes pela internet. Criminosos enviam e-mail dizendo que existe um Boletim de Ocorrência registrado contra o destinatário, pedindo que ele clique em um link e informe seus dados para poder descobrir onde deve comparecer. Ao clicar no link a pessoa pode ter seus dados, senhas, números de cartão de crédito, entre outros subtraídos.

A PCPR ressalta que não envia intimações por e-mail. A orientação é para que as pessoas não cliquem em links em e-mails recebidos de remetentes desconhecidos. Muitas vezes, os e-mails parecem ser de instituições governamentais e ou bancárias. Nestes casos, recomenda-se que o destinatário entre em contato com a instituição para verificar a autenticidade da comunicação.

Caso tenha sido vítima de algum golpe, é importante registrar boletim de ocorrência na Polícia Civil.