Eleições 2022

Google lança ferramenta para dar mais transparência sobre publicidade eleitoral

Relatório vai incluir publicidades que mencionam partidos políticos, candidatos a cargos de nível federal
Relatório vai incluir publicidades que mencionam partidos políticos, candidatos a cargos de nível federal (Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil)

O Google lançou no Brasil nesta quarta, 23, a 100 dias das eleições gerais, o "Relatório de Transparência de Publicidade Política". A página foi criada para dar mais transparência sobre publicidade eleitoral exibida por meio de todas as plataformas da empresa. A ferramenta reúne informações atualizadas em tempo real sobre todos os anúncios comprados no Google, YouTube e sites parceiros.

De acordo com a empresa, o relatório vai incluir publicidades que mencionam partidos políticos, candidatos a cargos de nível federal no Brasil e atuais titulares destes cargos. Será possível acessar ainda informações sobre as empresas ou pessoas físicas que compraram anúncios eleitorais, além do valor pago.

A página mostra todas publicidades que foram exibidas e também aquelas que foram removidas por violações às políticas da ferramenta. No caso de um anúncio reprovado, a imagem ou vídeo serão substituídos por uma mensagem explicando que o conteúdo foi negado.

A ferramenta já está disponível em países como Austrália, Estados Unidos, Índia, Israel, Nova Zelândia, Reino Unido e Taiwan. O lançamento no Brasil faz parte da iniciativa do Google, em parceria com o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), em exibir informações oficiais relacionadas às eleições e trazer mais transparência ao processo.

Neste ano, o Youtube lançou uma nova política de integridade eleitoral responsável por remover conteúdo que dissemina alegações falsas de fraude no pleito de 2018.