Publicidade
Folia dobrada

Greca anuncia Carnaval de Curitiba com dois dias de desfiles de blocos e escolas de samba em 2019

(Foto: Valdecir Galor/SMCS)

O carnaval de Curitiba vai crescer e em 2019 terá dois dias de desfiles - em vez de um - na Avenida Marechal Deodoro. O anúncio foi feito pelo prefeito Rafael Greca nesta quinta-feira (16/8), no lançamento dos editais do Paiol Musical e do Carnaval de Curitiba 2019, no Salão Nobre da Prefeitura.

O edital do carnaval, no valor de R$ 1 milhão, garante às escolas de samba, blocos carnavalescos e manifestações do pré-carnaval da cidade a liberação dos recursos financeiros antecipadamente. Em 2019, os desfiles serão nos dias 2 (sábado) e 3 (domingo) de março.

“Não pode haver coisa mais bonita do que um desfile de carnaval. A passista leva a bandeira do povo e o mestre-sala corteja a alma do Brasil", disse Greca, ao lado da primeira-dama, Margarita Sansone, e da presidente da Fundação Cultural de Curitiba, Ana Cristina de Castro.

O prefeito também considera o evento um impulso para a economia criativa. "Quantos empregos surgem com o Carnaval? Desde os que costuram as fantasias, até os que preparam os corpos das passistas. Vocês vão ter quatro meses para preparar o desfile, porque o carnaval será no começo de março, mês do início das festas dos 326 anos da nossa amada Curitiba”, ressaltou Greca.

A ampliação dos desfiles para dois dias foi um pedido da comunidade carnavalesca. “O edital contempla R$ 1 milhão de reais e o prefeito já autorizou a complementação de verba que permitirá a realização do carnaval por dois dias”, explicou a presidente da Fundação Cultural.

O presidente da Liga das Escolas de Samba de Curitiba, Jefferson Pires, comemorou a ampliação da festividade. “Como representante das escolas de samba do carnaval de Curitiba, tenho alegria em dizer que o prefeito tem uma visão diferente nessa questão", disse Pires. "Há mais de dez anos as escolas pediam a ampliação e o prefeito atendeu. Ele sabe da responsabilidade e dos fins sociais de uma escola de samba. Com a ampliação do carnaval vamos ter um crescimento e vamos poder nos organizar melhor também.”

Recursos

O edital do Carnaval, no valor de R$ 1 milhão, prevê a destinação de R$ 620 mil para as agremiações e de R$ 380 mil para as despesas de infraestrutura e apoio logístico às atividades pré-carnavalescas. A liberação dos recursos para as escolas e blocos será feita após o cumprimento das etapas de análise técnica e documental dos projetos inscritos.

Para as escolas do Grupo Especial serão destinados R$ 400 mil. As escolas do Grupo de Acesso receberão R$ 200 mil e os blocos carnavalescos, R$ 20 mil.

Já o Edital do Paiol Musical será no valor de R$ 400 mil reais e irá contemplar grupos musicais interessados em participar da programação do Teatro do Paiol na temporada de 2019. A novidade desta edição é a ampliação dos cachês artísticos para os grupos contemplados.

As inscrições já estão abertas e os editais com todas as informações podem ser acessados aqui. Os projetos devem ser apresentados até às 12h do dia 14 de setembro de 2018.

Oficina

Para ajudar na elaboração dos projetos de carnaval, a Fundação Cultural promoveu na terça-feira (14/8) uma oficina especial para os representantes das escolas de samba.

Os participantes assistiram ao curso ministrado pelos servidores da FCC Pedro Twardowsky e José Augusto Rando, com informações sobre elaboração de projetos, a prestação de contas e o funcionamento do Sisprofice, sistema para inscrição das propostas.

O conteúdo foi organizado de forma a esclarecer as dúvidas dos proponentes sobre a inscrição e, principalmente, sobre a prestação de contas, já que este é o segundo ano em que os recursos do carnaval são destinados via edital do Fundo Municipal da Cultura.

Paiol Musical

Participaram do lançamento dos editais os secretários municipais Maria Silvia Bacila, da Educação, e Emílio Trautwein, do Esporte, Lazer e Juventude; a presidente do Instituto Curitiba de Saúde (ICS), Dora Pizzato, a presidente da Agência Curitiba de Desenvolvimento, Cris Alessi; o presidente do Instituto Curitiba de Arte e Cultura (Icac), Marino Galvão; o administrador da Regional Portão, Gerson Gunha; os diretores da Fundação Cultural de Curitiba, Loismary Pache (Incentivo à Cultura), José Roberto Lança (Ação Cultural) e Cristiano Augusto Solis de Figueiredo Morrissy (administrativo e financeiro); e o presidente da comissão do Fundo Municipal da Cultura, Luciano Kampf.

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES