Ruído

Grupo de Apoio a Pessoas com Zumbido se reúne hoje

Hoje (3), das 14h às 16h, no Anfiteatro de Otorrinolaringologia do Hospital de Clínicas da Universidade Federal do Paraná, os portadores de um sintoma muito comum, o zumbido, terão seu encontro mensal.

O encontro é organizado pelo Grupo de Apoio a Pessoas com Zumbido (GAPZ), que conta com profissionais de diversas áreas para informar e orientar os participantes. O GAPZ já funciona em Curitiba há cerca de cinco anos, tendo surgindo inicialmente em São Paulo, através da Professora Doutora Tanit Sanchez, da Divisão de Otorrinolagingologia da Faculdade de Medicina da USP, uma das mais conceituadas especialistas em zumbido no Brasil. Segundo pesquisas da Faculdade de Medicina da USP, esse é um mal que acomete cerca de 20% da população brasileira.

De acordo o ortodontista e ortopedista facial, doutor Gerson Köhler, existem várias causas para o sintoma, desde problemas na via auditiva até a tensão exacerbada da musculatura do rosto. “Para se diagnosticar o zumbido é necessário consultar um otorrinolaringologista ou um otoneurologista. A partir daí dependendo do diagnóstico, pode ser necessário o apoio de um profissional de outra área”, explica o especialista, que também faz parte do GAPZ e é docente convidado da pós-graduação em Ortodontia e Ortopedia Facial da UFPR desde 1988.

Serviço
Grupo de Apoio às Pessoas com Zumbido (GAPZ),
Local: Anfiteatro de Otorrinolaringologia do Hospital de Clínicas da UFPR
Data: 03/07/2009
Horário: 14h-16h
Endereço: Rua General Carneiro, 181 – Centro