Publicidade
Experiências

Grupo Galpão apresenta “Outros” no Festival de Curitiba

(Foto: Guido Muniz)

Em sua 24ª montagem, o Grupo Galpão, que conta com patrocínio master da Petrobras, retorna ao Festival de Curitiba dando continuidade à bem sucedida parceria com o diretor Marcio Abreu. Em “Outros”, que integra a Mostra 2019, a poesia, a escuta, a alteridade, o olhar para a dimensão do espaço público compõem uma dramaturgia polifônica e sensível aos tempos atuais. As apresentações acontecem nos dias 28 e 29 de março, às 21h, no Teatro da Reitoria.

O espetáculo nasce como uma consequência natural do amadurecimento das inquietações trabalhadas na premiada montagem “Nós” (2016), que foi destaque na edição passada do Festival de Curitiba, em 2018. “[O espetáculo] é exatamente a expressão desse nosso momento. É um desdobramento consciente do primeiro trabalho que fizemos juntos. É uma experiência criativa que aprofunda a pesquisa numa escuta social performativa, que se constitui dramaturgicamente valendo-se de percepções múltiplas do mundo e de como ele age sobre nós”, descreve o diretor Marcio Abreu.

Nessa busca pelo outro e pelo lugar do artista na atualidade, o grupo desenvolve a escuta como linguagem, e investiga a construção da memória, o impacto do agora no porvir, as possibilidades e impossibilidades do hoje. Assim, trata da radicalidade contemporânea, da necessidade de ruptura com pensamentos arraigados que devem perecer, mas que persistem como estruturas.

A busca levou a uma expressão dramatúrgica que ultrapassa a extensão da palavra e culmina no inverso da fala, dando ênfase para outras formas de linguagem, como o silêncio, o movimento, o gesto. O resultado é uma peça tecida com os rastros de memória presentes não só no discurso, mas fundamentalmente nos corpos das atrizes e atores que ocupam o palco.

O texto do espetáculo foi construído na sala de ensaio, a partir do material levantado em exercícios e performances de rua, individuais e coletivas, propostas pelo diretor e pelos próprios atores, ambos alimentados por um laboratório de performance ministrado pela artista Eleonora Fabião. Foi durante essa experiência que a simbólica mesa de reunião do Galpão saiu do espaço privado e foi passear pelo centro de Belo Horizonte, enquanto atores e atrizes convidavam pessoas para se sentar, dividir seu tempo e histórias com eles. Assim o cotidiano da rua foi atravessado pelos corpos dos artistas, dando voz e protagonismo ao público, e gerando as primeiras abstrações para concretização de “Outros”.

Durante todo o processo de pesquisa para a montagem, o elenco se debruçou em diversas leituras, como “Frigorífico”, do francês Joel Pommerat, e “Os embebedados”, do russo Ivan Viripaev. Tais referências serviram de material, junto aos outros exercícios, para a criação da dramaturgia, elaborada em conjunto por Marcio Abreu e os atores Eduardo Moreira e Paulo André.

Essas experiências somadas também foram traduzidas nas músicas, compostas pelos próprios atores, que executam ao vivo em cena. Nas palavras do diretor, “Outros” descreve trajetórias entre o cheio e o vazio, entre a insuficiência das palavras e a potência do silêncio, entre construção e ruína, entre os tempos, passado, presente e futuro e que busca interligar o artístico, o existencial e o político, reagindo à dureza e à violência desses tempos nossos quando a ignorância usada como arma sustenta um fascismo crescente e contra o qual precisamos lutar com as armas das linguagens, do amor, do erotismo e da consciência.

Grupo Galpão - Criado em 1982, em Belo Horizonte (MG), o Grupo Galpão é uma referência incontornável no cenário teatral brasileiro, cuja origem está ligada à tradição do teatro popular e de rua. Desde o início, o grupo desenvolve um trabalho que alia rigor, pesquisa e busca de linguagem, com peças que possuem grande poder de comunicação com o público. É um dos grupos brasileiros que mais circula, não só pelo Brasil, como pelo exterior, tendo participado de vários festivais em países da América Latina, América do Norte e Europa. Formado por 12 atores, o Galpão construiu sua linguagem artística a partir de encontros com diversos diretores, como Eid Ribeiro, Gabriel Villela, Cacá Carvalho, Paulo José, Yara de Novaes, entre outros, criando um teatro que dialoga com o popular e o erudito, a tradição e a contemporaneidade, o teatro de rua e de palco, o universal e o regional brasileiro.

Galpão e Petrobras

Há quase 20 anos, o Grupo Galpão conta com o patrocínio da Petrobras. Foram muitos espetáculos montados, temporadas nacionais, turnês por todas as regiões do Brasil e presença em festivais proporcionados por essa parceria. Este ano, a Petrobras continua apostando no compromisso do Galpão: reinventar a vida por meio da arte, possibilitando a vivência do teatro, como alegria e transformação, para um público cada vez maior.

Vídeo: https://www.youtube.com/user/grupogalpao

Apresentadores, patrocinadores e apoiadores

O Festival de Teatro de Curitiba tem parceiros fundamentais para sua realização e é apresentado pelo Banco RCI Brasil, com patrocínio da Junto Seguros, EBANX, Uninter GRASP, Cielo, Copel e Governo do Estado do Paraná.

Os eventos simultâneos – Programa Guritiba, Mish Mash, Gastronomix e Risorama -, igualmente, contam com o apoio de parceiros importantes para levar a arte, cultura e entretenimento ao público.

O Programa Guritiba é apresentado por Caterpillar e Perkins Motores, com patrocínio da Tradener Comercialização de Energia e tem como apoiadores as empresas Novozymes, New Holland, Mili e Savana | Mercedes-Benz. São parceiros também na realização do Guritiba a Berneck, Brose do Brasil e o BRDE.

O Banco RCI Brasil, Instituto Grupo Boticário e a Denso do Brasil apresentam o Mish Mash, evento que tem também o patrocínio da Unimed Curitiba e Rumo.

O Risorama é apresentado pela Potencial Petróleo e Restaurante Madero e patrocinado por Lojas Havan, FH, Ferramentas Worker e Sistema Fiep. O segmento de stand up comedy do Festival de Curitiba tem também o apoio do Grupo Barigui. A cerveja oficial do evento é a Cacildis.

O Gastronomix, por sua vez, é apresentado por Electrolux, tem o patrocínio da Melitta e o apoio da Electra Energy, Da Magrinha e da Ritmo Logística. Conta ainda com a Oxford como fornecedora da louça oficial do evento. Stella Artois é cerveja oficial do evento.

As bilheterias do Festival de Curitiba são uma parceria com o ParkShoppingBarigüi e o Shopping Mueller.

Ingressos

A venda dos ingressos será pelo site www.festivaldecuritiba.com.br, pelo aplicativo “Festival de Curitiba 2019” e nas bilheterias oficiais do evento, no ParkShoppingBarigüi (Piso Superior – Lado Norte), de segunda a sexta, das 11h às 23h, no sábado, das 10h às 22h e, aos domingos, das 14h às 20h; e no Shopping Mueller (Piso L3), de segunda a sábado, das 10h às 22h, domingos e feriados das 14h às 20h.

Ficha técnica

Elenco: Antonio Edson, Beto Franco, Eduardo Moreira, Fernanda Vianna, Inês Peixoto, Júlio Maciel, Lydia Del Picchia, Paulo André, Simone Ordones, Teuda Bara. Direção: Marcio Abreu. Dramaturgia: Eduardo Moreira, Marcio Abreu e Paulo André. Iluminação: Nadja Naira. Cenografia: Marcelo Alvarenga - Play Arquitetura. Figurino: Paulo André e Gilma Oliveira. Trilha e Efeitos Sonoros: Felipe Storino. Direção de movimento: Kenia Dias. Colaboração artística: Nadja Naira, Felipe Storino e Kenia Dias. Interlocuções artísticas: Leda Martins e Eleonora Fabião. Músicas originais: Beto Franco, Fernanda Vianna, Inês Peixoto, Julio Maciel e Paulo André, Lydia Del Picchia e Luiz Rocha, Teuda Bara e Luiz Rocha. Preparação musical e arranjos vocais/instrumentais: Ernani Maletta. Preparação vocal: Babaya. Direção de produção: Gilma Oliveira. Produção executiva: Beatriz Radicchi. Assistência de Direção: Paulo André, Lydia Del Picchia e Eduardo Moreira. Assistência de produção: Cleo Magalhães. Assistência de Cenografia: Thays Canuto. Assistência de Iluminação e operação de luz: Rodrigo Marçal. Assistência de sonorização e operação de som: Fábio Santos. Adereços: Junia Melillo. Cenotécnica e construção de objetos: Joaquim Pereira e Helvécio Izabel. Confecção de figurino: Bárbara Toffanetto, Maria Antônia, Penha Hermisdorf e Sonia Maria da Boa Viagem. Assistente técnico: William Teles. Estagiárias de Cenografia: Laís Martins e Taísa Campos. Estagiárias de Figurino: Emiliana Normandia, Élida Murta e Maria Cândida Lacerda. Técnica de Gyrotonic: Waneska Torres. Registro e cobertura audiovisual: Luiz Felipe Fernandes. Fotografia: Guto Muniz. Projeto gráfico: Estúdio Lampejo. Produção: Grupo Galpão.

A Petrobras é patrocinadora do Grupo Galpão.

Classificação indicativa: 16 anos

28 E 29 DE MARÇO ÀS 21H NO TEATRO DA REITORIA

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES