Prisão

Guarda Municipal de SJP prende acusados de pedofilia

A Guarda Municipal de São José dos Pinhais prendeu nesta quarta-feira (16) dois irmãos acusados de pedofilia, na região do Guatupê. Os suspeitos, um de 63 e o outro de 61 anos, teriam cometido os crimes na chácara onde moravam e estão detidos na Delegacia da Mulher e Adolescente. A denúncia chegou através de uma professora da Escola Municipal Prof. Floresvaldo Meres de Creddo.

Temos uma boa instrução para detectar esses crimes. Após a denúncia da professora da escola, que estava desconfiada, fomos atrás de detalhes. Pegamos depoimentos dessas crianças e também fizemos exame no IML. Com isso chegamos aos dois criminosos, revela o guarda municipal Fialho, que junto com o GM Carlos, fizeram o flagrante.

Segundo os guardasm balas e chocolates eram as recompensas oferecidas pelos irmãos às crianças que visitassem a chácara. Após os crimes, as crianças eram ameaçadas. Caso contassem para alguém, os acusados prometiam matar os pais das vítimas.

CONTRA A PEDOFILIA - No início de fevereiro, profissionais da área de ensino e guardas comunitários de São José dos Pinhais tiveram uma lição de combate à pedofilia com a sargento da Polícia Militar do Paraná, Tânia Mara Abrão Guerreiro. Tânia, que tem 29 anos de serviço, sendo 27 de experiência em estudos sobre a pedofilia, proferiu palestra sobre o tema explicando como identificar um pedófilo, o que o atrai, quais suas preferências e como ele age. Além de alertar os sinais que a criança apresenta, que devem servir como alerta aos pais e professores.

A palestra fez parte do programa Território de Paz, implantado nas regiões do Grande Guatupê e Borda do Campo. O projeto, criado em parceria com o governo federal, tem como objetivo integrar diversos profissionais e setores da sociedade como diretores de escolas, pedagogos, conselhos tutelares e assistentes sociais dos Centros de Referência de Assistência Social (CRAS).