Publicidade
Sobrecarga

Hospitais da RMC só possuem mais 23 vagas em UTIs para pacientes com Covid

(Foto: Ari Dias/AEN-PR)

Não fosse a abertura de novos leitos UTI, o sistema público de saúde já teria colapsado na Região Metropolitana de Curitiba (RMC). Entre terça e quarta-feira, o número de leitos ocupados por pacientes com Covid-19 ou suspeita da doença aumentou de 337 para 348. Dessa forma, mesmo com a criação de 10 novas vagas, a taxa de ocupação das UTIs exclusivas para Covid subiu de 93,35% para 93,80%.

Até o último sábado, haviam exatamente 348 vagas em UTIs exlusivas para casos suspeitos ou confirmados de contaminação pelo novo coronavírus. Nos últimos dias, porém, foram ativados novos leitos, com o número subindo para 371. Dessa forma, temos que restam ainda 23 leitos em UTI para novos pacientes com quadros graves da doença que venham necessitar de tratamento intensivo.

Acontece, porém, que a região metropolitana de Curitiba concentra mais de 3,65 milhões de pessoas e, nas últimas semanas, o número de pacientes internados e de novos casos da doença tem acelerado. Além disso, o litoral paranaense, com 297 mil habitantes, possui apenas um hospital, o Hospital Regional do Litoral, que possui 10 vagas em UTI, todas ocupadas.

Greca nega colapso e promete 100 novos leitos de UTI na rede SUS

Em entrevista à BandNews TV, ontem, o prefeito de Curitiba Rafael Greca afirmou que não há colapso de leitos de UTIs em Curitiba. Segundo ele, até a semana que vem maius 100 leitos para tendimento de pacientes com Covid-19 devem ser abertos.

Acontece, porém, que o Estado está chegando no limite no que diz respeito à possibilidade de criação de novas UTIs, conforme explicou recentemente o secretário estadual de Saúde Beto Preto e o governador do Paraná Ratinho Junior.

Mesmo que a gente abra mais leitos de UTIs, você tem dificuldade de ter mais profissionais. Então nós precisamos fazer com que essa curva [de contágio] perca sua velocidade para que toda essa estrutura que nós já temos possa suportar esses atendimentos, já que nós temos, inclusive, escassez de mão de obra", declarou Ratinho Junior em entrevista no último dia 30.

Quatro hospitais não possuem mais vagas; outros cinco estão com ocupação acima de 90%

Na RMC, quatro hospitais já estavam suas UTIs para casos suspeitos ou confirmados de Covid-19 lotadas ontem: Hospital da Cruz Vermelha, Hospital São Vicente, Hospital do Idoso e Hospital Municipal de São José dos Pinhais. Além disso, outros cinco apresentavam taxa de ocupação acima de 90%: Hospital Erasto, Hospital de Clínicas, Hospital do Trabalhador, Hospital de Reabilitação e Hospital do Rocio.

Ontem, 10 novos leitos foram abertos no Hospital Evangélico, que aumentou de 23 para 33 a capacidade de atendimento à pacientes com Covid-19 que necessitem de internação em UTI. 28 dessas vagas, contudo, já estão ocupadas - cinco a mais do que na terça-feira, quando o hospital tinha 23 vagas disponíveis, todas ocupadas.

Abaixo, você confere a situação detalhada de cada um dos hospitais da RMC, tanco com relação aos leitos em UTI como com relação aos leitos em enfermaria.

Ocupação de leitos SUS por casos suspeitos/confirmados COVID – 19 (08/07)
  UTI
Estabelecimento Vagas existentes Vagas ocupadas Taxa de ocupação
Hospital da Cruz Vermelha 14 14 100,00%
Hospital Erasto 10 9 90,00%
Hospital Santa Casa 15 12 80,00%
Hospital de Clínicas 61 57 93,44%
Hospital São Vicente Centro 3 3 100,00%
Hospital Evangélico 33 28 84,85%
Hospital do Idoso 40 40 100,00%
Hospital do Trabalhador 22 21 95,45%
Hospital de Reabilitação 52 47 90,38%
Hospital Municipal de S. José dos Pinhais 10 10 100,00%
Hospital do Rocio 103 102 99,03%
Hospital São Lucas Parolin 8 5 62,50%
TOTAL 371 348 93,80%
  Enfermaria
Estabelecimento Vagas existentes Vagas ocupadas Taxa de ocupação
Hospital da Cruz Vermelha 15 14 93,33%
Hospital Erasto 30 27 90,00%
Hospital Santa Casa 10 10 100,00%
Hospital de Clínicas 83 74 89,16%
Hospital São Vicente Centro 2 2  
Hospital Evangélico 48 35 72,92%
Hospital do Idoso 60 60 100,00%
Hospital do Trabalhador 34 23 67,65%
Hospital de Reabilitação 32 17 53,13%
Hospital Municipal de S. José dos Pinhais 0 0  
Hospital do Rocio 212 105 49,53%
Hospital São Lucas Parolin 10 9 90,00%
TOTAL 536 376 70,15%
Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES