Publicidade

Hospitais de Moscou atingem limite da capacidade para coronavírus

O número de pacientes hospitalizados pelo novo coronavírus aumentou drasticamente em Moscou e fez com que a capacidade dos serviços de saúde alcançasse "seu limite", alertaram as autoridades russas nesta sexta-feira, 10.

Nas últimas 24 horas, a Rússia teve 1.786 novos casos confirmados, chegando ao total de 11.917, dos quais 7.822 estão em Moscou. Ao todo, já foram registradas 94 mortes.

"Nos últimos dias, aumentou o número de hospitalizados em Moscou, mas também os pacientes em estado grave. O número de pacientes com pneumonia duplicou desde a semana passada, indo de 2.600 a 5.500 casos. O peso sobre os serviços de saúde aumentou abruptamente. Agora, nossos hospitais e ambulâncias estão atingindo o limite", declarou Anastasia Rakova, vice-prefeita da capital.

Em entrevista à agência de notícias Ria Novosti, o prefeito de Moscou, Sergei Sobianin, disse que a Rússia ainda não atingiu o pico da epidemia.

Com 12 milhões de habitantes, a capital russa ordenou o confinamento de sua população até 30 de abril, para tentar impedir a pandemia de coronavírus.

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES