Publicidade
Gripe suína

Igreja proíbe o “abraço da paz” por causa da gripe suína

A paróquia da Barreirinha, em Curitiba, pode proibir os fiéis de darem o abraço da paz durante as missas. A medida serve para evitar a contaminação da gripe suína. Segundo o padre Leocádio Zytkowski, outras ações ainda devem ser implementadas a partir de hoje. As informações são da rádio CBN.

O religioso contou ainda que todas as janelas e portas são mantidas abertas durante as missas e os ministros lavam as mãos com álcool para evitar o contato com o vírus H1N1.

O padre Leocádio não acha que as mudanças são drásticas, nem teme que os fiéis deixem de frequentar as missa.

A gripe suína já atingiu 61 pessoas no Paraná. Ontem foi registrada a primeira morte no Estado pela contaminação do vírus H1N1. Foi uma mulher adulta, da região de Jacarezinho, no Norte Pioneiro no Estado. Ela apresentou os sintomas no início do mês e o quadro clínico evoluiu para uma pneumonia. Outras 685 pessoas aguardam o resultado dos exames. 270 casos foram descartados.
Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES