Publicidade

Indígenas entram em confronto com polícia e atiram flechas

Um confronto entre indígenas e a Brigada Militar, em frente ao Palácio Piratini, no centro de Porto Alegre, acabou com um manifestante e quatro policiais militares feridos. Durante o incidente, na tarde desta sexta-feira (30), os índios atiraram flechas em direção aos policiais.

Em entrevista à Rádio Gaúcha, o comandante do Comando de Policiamento da Capital (CPC), coronel João Diniz Godoy, afirmou que os indígenas ameaçavam invadir o Palácio e derrubaram as grades. Depois, começaram a a atirar flechas, lanças e pedras contra a Tropa de Choque. A Brigada Militar reagiu com bombas de efeito moral e ás lacrimogênio.

Segundo a Brigada Militar, um policial teve o pé atravessado por uma lança e um indígena precisou ser levado ao Hospital de Pronto Socorro de Porto Alegre.

Os indígenas, acampados desde a tarde de quinta-feira (29) em frente ao Palácio Piratini, reivindicam uma audiência com o governador Tarso Genro para tratar da demarcação das terras indígenas no estado.

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES