Publicidade
Docentes

Inscrições para intercâmbio de professores do Paraná nos EUA encerram nesta sexta-fera

(Foto: Divulgação/Assessoria de imprensa)

Nesta sexta-feira (6) encerram as inscrições para o programa de intercâmbio de professores de instituições localizadas no Estado do Paraná, para atuarem no ensino de Português no Estado de Utah, no oeste dos Estados Unidos. O edital completo está disponível aqui.

A iniciativa é resultado de parceria entre a Superintendência Geral de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (Seti) do Governo do Estado do Paraná e a Secretaria de Educação do Estado de Utah, firmada em 2014 e renovada em 2018.

“O Programa fortalece a cooperação internacional entre o Paraná e o Estado de Utah na medida em que proporciona uma troca de experiências culturais, de ensino e de aprendizagem”, afirma o coordenador de Relações Internacionais da Seti, Luis Paulo Gomes Mascarenhas.

Segundo a coordenadora de Imersão Dupla em Língua Portuguesa do Estado de Utah, Silvia Juhas, mais de 30 professores paranaenses já participaram do programa. “A experiência em um sistema educacional diferente do vivenciado no Brasil contribui para a formação profissional dos professores e para que alunos americanos aprendam a língua e conheçam cultura brasileira”, destaca.

As inscrições podem ser feitas nas assessorias de Relações Internacionais das universidades estaduais paranaenses, além da Universidade Federal do Paraná (UFPR) e da Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR). Os professores aprovados permanecerão em território americano pelo período de até três anos, atuando no ensino de Português para crianças do 1º ao 9º ano.

Os interessados devem atender requisitos como ter formação em Pedagogia, Letras e áreas correlatas, com experiência comprovada de três anos na função de professor do 1º ao 9º ano do Ensino Fundamental, na rede pública ou privada. Os selecionados devem estar aptos para ministrar aulas nas disciplinas de Português, Matemática, Estudos Sociais, Ciências, Educação Física e Artes.

BENEFÍCIOS – Os professores receberão salários entre U$ 29 mil e 44 mil dólares anuais, de acordo com o nível de formação profissional (Graduação, Mestrado e Doutorado). Além disso, os cônjuges dos candidatos terão direito ao visto americano para trabalho em tempo parcial, enquanto os filhos, com idade de 5 a 18 anos, poderão ser matriculados em escolas públicas, no Estado de Utah.

O contrato de trabalho dos docentes aprovados prevê dedicação em tempo integral, de 40 horas semanais, sendo 30 horas em sala de aula e 10 horas de planejamento. O programa tem início no segundo semestre de 2020, com treinamento de uma semana em agosto, moradia inicial em hotel e moradia provisória na casa de uma família da escola, pelo período máximo de duas semanas.

PROCESSO SELETIVO – A seleção dos profissionais será realizada diretamente pela coordenação do programa, nos EUA, em três etapas eliminatórias: análise de documentos; entrevista em inglês (conduzida pela equipe do Programa de Imersão de Língua Portuguesa de Utah); e avaliação de uma experiência didática com alunos, gravada em vídeo pelo candidato.

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES