Publicidade
IPMC

Instituto dos Servidores de Curitiba alerta aposentados e pensionistas para o recadastramento

(Foto: Cesar Brustolin/SMCS)

A Prefeitura alerta os aposentados e pensionistas convocados para o recadastramento para que compareçam ao Instituto de Previdência dos Servidores do Município de Curitiba (IPMC) na data agendada. Quem não comparece ao recadastramento pode ter o benefício suspenso.

O Censo Previdenciário já recadastrou mais de 4.200 pessoas - aniversariantes de janeiro, fevereiro, março e abril e aqueles convocados no fim de 2018 em função de divergências junto ao e-Social, o Sistema de Escrituração Digital das Obrigações Fiscais, Previdenciárias e Trabalhistas.

Para os que fazem aniversário em maio, o IPMC já encaminhou correspondência ao endereço cadastrado e divulgou em seu site a lista com o dia e o horário de comparecimento para os 1.125 beneficiários chamados.

O recadastramento é feito no Edifício Delta (Avenida João Gualberto, 623, torre C, Alto da Glória). Os beneficiários são atendidos no 2° andar.

Quem não puder comparecer no dia agendado deve entrar em contato com o IPMC o mais rápido possível, pelos telefones 3350 3646 ou 3350 9617, para reagendamento.

Dinheiro público

O recadastramento e a prova de vida são necessários para garantir o bom uso do dinheiro destinado ao pagamento das aposentadorias dos servidores municipais aposentados e dos pensionistas.

Quem não comparece ao recadastramento pode ter o benefício suspenso. Este é o caso de 11 pessoas que estão com o benefício bloqueado a partir desta terça-feira (30/4).

"Com o censo previdenciário, nós construímos uma base de dados sólida, com cálculos atuariais precisos. Os dados corretos permitem prever o volume de recursos que serão necessários para garantir a aposentadoria dos demais servidores no futuro", declara o presidente do IPMC, Ary Gil Piovesan.

Em busca dos beneficiários

Antes do bloqueio do benefício, o IPMC faz outras tentativas para que o aposentado ou pensionista que não compareceu ao recadastramento apresente seus documentos. Uma delas é o contato com o ICS, o Instituto Curitiba de Saúde, no caso dos que têm vínculo com o plano de saúde dos servidores. É verificado se o beneficiário comparece a consultas e os dados de contato disponíveis no ICS para comparação e nova tentativa, se houver divergência.

Outra medida é o bloqueio do Cartão Qualidade, usado para as compras em diversos estabelecimentos com desconto posterior no contracheque. Quando o cartão é bloqueado, o beneficiário é informado do motivo pelo qual houve o bloqueio e a pessoa é orientada a procurar o IPMC. Após o recadastramento, o cartão é desbloqueado em até 48 horas.

Quando estas estratégias não fazem com que o beneficiário compareça para o recadastramento, o IPMC consulta o Serviço Funerário Municipal da Prefeitura de Curitiba e o Sistema Informatizado de Controle de Óbitos, válido para todo o país, para verificar se houve o falecimento do beneficiário. Quando é identificado o óbito, o benefício é cancelado.

Quando nenhuma das opções de contato funciona, a equipe do serviço social faz a busca ativa, ou seja, visita o endereço cadastrado, entra em contato com vizinhos e com as unidades de serviços públicos, ampliando as possibilidades de localização do beneficiário.

Até agora, por meio da busca ativa, o serviço social do IPMC localizou 75 beneficiários que não haviam feito o recadastramento.

Quem mora fora da Região Metropolitana pode enviar documentos pelos Correios

Aposentados e pensionistas que moram em cidades fora da Região Metropolitana de Curitiba têm a possibilidade de fazer o recadastramento enviando, pelos Correios, o formulário preenchido e os documentos autenticados em cartório, com reconhecimento da assinatura por verdadeiro.

"O fato de a pessoa ter que comparecer ao cartório para autenticar o documento funciona como prova de vida", declara Cleison Ayres, um dos coordenadores do censo previdenciário do IPMC.

No caso das pessoas com mais de 80 anos ou dificuldade de locomoção, um familia pode fazer solicitação para que o serviço social vá até o endereço do beneficiário, desde que ele esteja na Região Metropolitana de Curitiba. Para isso é necessário apresentar atestado ou declaração médica.

As informações e os formulários para estas situações estão disponíveis no site do IPMC. O endereço é www.ipmc.curitiba.pr.gov.br. É necessário clicar em Censo Previdenciário, depois em Censo Previdenciário 2019 e em seguida em Formulários do Censo Previdenciário.

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES