Publicidade
Estudo

Inteligência artificial ajuda concurseiros a passar em metade do tempo

Inteligência artificial vai além de um mecanismo que só analisa dados, ela pode ajudar muitas pessoas a desenvolverem o próprio intelecto para passar em concursos públicos, por exemplo. Pensando nisso, a EduQC,  metodologia  de  estudo autodidata, desenvolveu uma tecnologia exclusiva para aumentar as chances de aprovação nos principais editais. 

Com uma taxa de aprovação em 2,2 anos, metade do tempo médio dos métodos convencionais, que ocorrem em 4,5 anos, a inteligência artificial utilizada pela startup de ensino analisa o perfil de cada aluno de sua plataforma por meio de simulados, e indica o que e como o concurseiro deve estudar.

"Conseguimos saber o que o aluno bem-sucedido faz e orientamos os demais alunos a seguirem o mesmo caminho. O que atrapalha o rendimento também é mapeado, dizemos aos nossos alunos o que não fazer", diz Victor Maia, CEO da EduQC, que já foi concurseiro.

De acordo com a plataforma, revisar mostrou ser, de longe, a melhor forma de apreender um  conteúdo  e  convertê-lo  em  acertos e em uma boa pontuação no final. Fazer uma revisão usando suas próprias anotações é 45% mais eficiente do que ler teoria. Mesmo para estudar teoria, o modo escrito é 25% mais eficiente que as aulas presenciais.

Para acertar de fato no método de estudo, são necessários 68% do tempo para estudar teoria e 14% para revisar, e deve haver um equilíbrio. De nada adianta se, após isso, o aluno não conseguir escrever o que aprendeu. 

Victor Maia ainda explica que quem estuda cinco dias é melhor do que quem estuda quatro. "E quem estuda seis é melhor do quem estuda cinco. Mas quem estuda sete não ganha nada em relação a quem estuda seis e, inclusive, pode se sair até um pouco pior". Isso se dá, porque há um limite físico até para os estudos. A média para um bom aprendizado é de seis dias na semana, respeitando sempre um intervalo para descansar a mente indo ao cinema ou praticando esportes, por exemplo.

"Somos a primeira empresa do Brasil com serviços que unem estatística e inteligência artificial para auxiliar os candidatos a cargos públicos. Enquanto muitos alunos acham que são necessários calhamaços de papel para aprender, nós oferecemos tecnologia exclusiva para ensinar o candidato a se organizar, estudar e, comprovadamente, obter melhores resultados nesse tipo de prova", orgulha-se Victor.

Sobre  EduQC

Fundado em 2013 por Victor Maia e Jonas Fagundes, a EduQC é uma plataforma que utiliza inteligência artificial e metodologia exclusiva para aumentar as chances de aprovação em concursos públicos, identificando a proficiência dos candidatos em cada matéria e criando planos de estudo sob medida. A tecnologia está disponível para provas relacionadas a 10 áreas, incluindo Fiscal, Jurídica e Policial, e também para o Exame da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). A empresa ainda oferece um serviço B2B destinado a universidades.


 

DESTAQUES DOS EDITORES