Publicidade
Carreira & Cia.

Inteligência artificial já é realidade nos negócios

Inteligência artificial já é realidade nos negócios

Você sabia que é possível que o atendente do seu restaurante preferido seja virtual? É o que pretende a empresa Neeuron, startup curitibana especializada em inteligência de negócios. Tudo começou durante um curso de pós-graduação em Harvard. De volta ao Brasil, os sócios Rodrigo Villas Boas e Gregório de Mattos formaram uma equipe multidisciplinar com a missão de democratizar a Inteligência Artificial para negócios de pequeno e médio portes, criando soluções acessíveis, de fácil utilização e alta geração de valor.

Solução dispensa aplicativos
Fundada há dois anos, a Neeuron criou uma solução de chatbot que dispensa o download de aplicativos, especialmente porque a capacidade de memória dos aparelhos celulares é limitada. Ninguém quer baixar aplicativos e, pensando nisso, criamos um serviço de chatbot que funciona diretamente no Facebook e no Whatsapp das empresas, como restaurantes, não precisando baixar mais nada, informa Gregório Mattos, Chief Technology Officer (CTO) da Neeuron. A empresa está colocando no mercado uma nova funcionalidade do seu serviço de assistente virtual, agora para o WhatsApp Business, que foi disponibilizado para as empresas no final de janeiro desse ano.

Aprendizado crescente
Atualmente, a empresa está presente em sete Estados brasileiros, contabilizando mais de 500 mil mensagens trocadas entre o Assistente Virtual da Neeuron com os clientes, o que deixa o atendente cada vez inteligente. A meta é chegar a 2.000 clientes ativos ainda em 2018. O Atendente Virtual para Restaurantes recebe e processa pedidos, efetua pagamentos on-line e gerencia o programa de fidelidade, assinala.

Pedido do chatbot para a cozinha
De acordo com Antonio Taques, da pizzaria Távola Redonda, de São José dos Pinhais, o robô da Neeuron simplificou a atividade de recebimento de pedidos. Mesmo aumentando meu faturamento, não precisei contratar mais funcionários, avalia ele. Já Fábio Ikoma, dono da Hamburgueria Cidadão do Mundo, de Curitiba, o fluxo do chatbot permite um diálogo direto com a empresa. O cliente entra no meu facebook ou whatsapp e, sem passar por aplicativos de terceiros, já imprime o pedido direto na minha cozinha, relata o empresário. Além do delivery, a Neeuron também já desenvolveu projetos em outras áreas, como call center e Doações Hospitalares. A startup Kadihope, que facilita doação de equipamentos hospitalares (muletas, cadeira de rodas), também optou pelo chatbot ao invés de aplicativo.

Curtas:

* Indústria alimentícia tem previsões positivas para 2018. Impulsionados pelo aumento da renda, os fabricantes de alimentos e bebidas esperam incremento na produção de itens de maior valor agregado. A diretora de Recursos Humanos da Prodasa Alimentos, Maria de Fátima Fernandes Cassitas, diz que é perceptível que há uma melhora, mas pondera que é sutil ainda. A indústria está animada, então qualquer recuperação é vista como positiva. Sentimos que as coisas estão engatinhando, há uma recuperação.

* Últimos dias para inscrições no curso de especialização da UP e do IBEF-PR para executivos de finanças. A primeira turma está prevista para começar no dia 24 de fevereiro. Para o reitor da UP, José Pio Martins, a parceria com o IBEF-PR vai permitir à universidade oferecer muito mais que conceitos acadêmicos. O Instituto é uma entidade de profissionais das finanças preocupada com a formação mais ampla dos CFOs e a UP tem as ferramentas pedagógicas. Mais informações: http://www.up.edu.br/cursos-livres/Forma%C3%A7%C3%A3o-em-CFO%E2%80%93Parceria-UP-e-IBEF

FRASE:

Chique é ser feliz, elegante é ser honesto, bonito é ser generoso, charmoso é ser grato. O resto é apenas inversão de valores
(Autor desconhecido)

 

   

  

   

www.hamiltonfonseca.com.br

Publicidade
Publicidade

DESTAQUES DOS EDITORES