Internacional busca a liderança do Grupo B da Libertadores contra o Táchira

Em alta na Copa Libertadores e garantido na grande final do Campeonato Gaúcho, o Internacional tem um jogo decisivo, nesta terça-feira, que pode encaminhar a sua classificação para as oitavas de final e, de quebra, garantir a liderança do Grupo B. Fora de casa, o time colorado visita o Deportivo Táchira, no estádio Pueblo Nuevo, em San Cristóbal, na Venezuela, às 19h15 (horário de Brasília), na abertura da quarta rodada.

O Internacional chega embalado para esse duelo. Afinal de contas, nos últimos sete jogos, aplicou cinco goleadas, duas delas na Libertadores e uma delas, inclusive, contra o Deportivo Táchira, por 4 a 0 e depois na última rodada, fez 6 a 1, no Olímpia, do Paraguai. Atualmente está dividindo a primeira colocação do Grupo B com o Always Ready-BOL, ambos com seis pontos, mas os brasileiros ficam na frente no saldo de gols (7 contra 3). O time ainda lamenta a derrota inicial, por 2 a 0, na altitude para o Always Ready.

Do outro lado, o Deportivo Táchira até estreou bem, vencendo o Olímpia, por 3 a 2, mas depois fez dois jogos fora e não conseguiu mais pontuar, contra os líderes da chave. Por isso, está na quarta e última posição do grupo, com três pontos ganhos e cinco gols negativos de saldo. Não balança as redes desde o primeiro jogo e por isso, uma vaga na Sul-Americana, caso fique em terceiro, também é vista com bons olhos.

O técnico Miguel Ángel Ramírez tem apenas uma dúvida para armar o time titular, mas viajou para a Venezuela com força máxima. Isso porque, o meia Carlos Palacios sentiu uma contusão na perna esquerda no jogo de volta das semifinais do Campeonato Gaúcho, na goleada por 4 a 1 em cima do Juventude, e apesar de ter ido junto com a delegação, será reavaliado momentos antes do inicio do duelo.

Caso não tenha condições de jogo, outros três jogadores disputam a titularidade. O favorito para ficar com a vaga é Marcos Guilherme, substituto mais constante no meio-campo e inclusive foi quem atuou na goleada contra o Olímpia, quando Palacios também ficou de fora. Yuri Alberto e Caio Vidal também estão no páreo.

O recém-contratado atacante Taison retorna ao time titular, afinal ele não está inscrito no Estadual e está atuando apenas nos jogos da Libertadores. O volante Edenilson por sua vez, que saiu sentindo dores de campo no sábado, também está à disposição e será titular. No mais, a base segue sendo a mesma.

"Nosso time está leve, jogando com naturalidade e marcando muitos gols. Aos poucos nós estamos aumentando nossa intensidade e a temporada vai ser muito positiva", disse o lateral Moisés antes do embarque no domingo. A delegação parou em Manaus para o reabastecimento do avião e depois seguiu para a Venezuela. Na segunda-feira fez um treino leve.

Do outro lado, o Deportivo Táchira vem embalado após uma vitória contra o Trujillanos pelo Campeonato Venezuelano e agora lidera o Grupo A da competição nacional. Visto isso, o técnico Juan Tolismano deve manter o time titular que entrou em campo no final de semana e vem trabalhando em especial o setor ofensivo, para que a equipe consiga voltar a balançar as redes na Libertadores.