No corredor

Ipês amarelos começam a ser plantados na Avenida Paraná, em Curitiba

(Foto: Pedro Ribas/SMCS)

A Prefeitura de Curitiba deu início a mais uma etapa do corredor de ipês coloridos das avenidas João Gualberto e Paraná. O primeiro plantio dos 500 ipês amarelos, do trecho entre o terminal Boa Vista e o terminal Santa Cândida, aconteceu nesta sexta-feira (21/1), com a participação do prefeito Rafael Greca e da secretária do Meio Ambiente, Marilza do Carmo Oliveira Dias.

“A ideia aqui na grande Avenida que leva o nome do nosso sagrado Paraná e também o nome do Coronel João Gualberto é que ela se transforme em uma alameda florida com todos os tons dos ipês, uma das árvores símbolo do Brasil”, disse o prefeito Rafael Greca.

O corredor de ipês das avenidas João Gualberto e Paraná começou a ser formado em 2019. Ao todo serão 1.500 árvores, do Passeio Público até a Igreja do Santa Cândida. As mudas plantadas têm, no mínimo, 1,8 metro de altura e cada trecho terá uma cor.

Entre o Colégio Estadual e o Terminal do Cabral são ipês brancos. Depois, até o terminal Boa Vista, ipês roxos, e amarelos até o Santa Cândida. Para que as árvores cresçam fortes e saudáveis, os técnicos da Prefeitura estão fazendo o berço, local onde as árvores são plantadas, com mais de um metro de profundidade.

Acompanharam o plantio a administradora da Regional Boa Vista, Janaína Lopes Gehr, o superintendente de Obras e Serviços da Secretaria do Meio Ambiente, Jean Brasil, e o engenheiro agrônomo responsável pela produção do Horto da Barreirinha, Roberto Salgueiro.

100 Mil Árvores
Além de embelezar a cidade, os plantios fazem parte do Desafio 100 Mil Árvores para Curitiba, que tem o objetivo de atingir esse número de novas mudas a cada ano. O lançamento aconteceu na primavera de 2019. Já são mais de 188 mil plantios desde o início do programa.

“Toda a população pode ajudar a aumentar a infraestrutura verde de Curitiba e reforçar as medidas de resiliência contra as mudanças climáticas”, lembrou a secretária Marilza. As ações devem ser individuais enquanto não é possível promover mutirões, como os que aconteciam no início do desafio.

Plantios feitos em via pública ou em áreas privadas entrarão na conta das 100 Mil Árvores. Os interessados podem retirar mudas produzidas pelo município no Horto Municipal da Barreirinha ou adquirir em outro local.

Plantios dentro de áreas privadas podem ser feitos sem restrições. Quem quiser plantar em área pública, precisa pedir autorização da Secretaria Municipal do Meio Ambiente, para que haja escolha da espécie mais adequada para o local.