Irã diz que voltará às negociações em Viena sobre acordo nuclear no próximo mês

O Irã retornará às negociações nucleares realizadas em Viena, na Áustria, antes do final de novembro, disse nesta quarta-feira (27) o negociador-chefe do país, Ali Bagheri, o que abre caminho para as primeiras tratativas desde junho sobre a restauração do acordo nuclear de 2015. As esperanças dos Estados Unidos e da Europa de reviver o acordo nuclear diminuíram drasticamente nos últimos meses, desde que o presidente iraniano Ebrahim Raisi assumiu o cargo. O Irã disse várias vezes que continuaria as negociações, mas se recusou a definir uma data.

O governo Biden definiu o renascimento do acordo nuclear de 2015 como uma meta de política externa e disse que espera usá-lo como uma plataforma para negociar um acordo mais longo e mais forte com o Irã. No entanto, autoridades americanas de alto escalão advertiram que o tempo está se esgotando para reviver o acordo.

Os EUA desistiram do acordo nuclear em maio de 2018, em uma decisão tomada pelo ex-presidente Donald Trump, e impuseram sanções abrangentes a Teerã. Desde então, o Irã quebrou gradualmente a maioria das restrições nucleares do acordo. Fonte: Dow Jones Newswires.