Itália anuncia que eventos esportivos ao ar livre poderão ter até mil pessoas

O governo da Itália anunciou nesta sexta-feira que vai autorizar eventos esportivos a céu aberto a receberem públicos de até mil pessoas, desde que sejam respeitadas todas as medidas de proteção sanitária e de distanciamento para conter a disseminação do novo coronavírus. Quem revelou a informação foi Vincenzo Spadafora, ministro do Esporte.

A liberação dada pelas autoridades valerá a partir das semifinais dos torneios de tênis, nas versões masculina (Masters 1000) e feminina, que estão sendo disputados no Foto Italico, em Roma, previstas para este domingo.

"Finalmente, já a partir das semifinais e finais do torneio de tênis de Roma, todas as competições esportivas a céu aberto poderão receber mil espectadores", afirmou Spadafora, em um comunicado oficial divulgado nas redes sociais e no site oficial do governo italiano.

De acordo com o ministro, a condição é que sejam "escrupulosamente respeitadas as regras previstas sobre distanciamento, máscaras e reserva dos assentos". "É um passo inicial, mas significativo, rumo ao retorno da normalidade no esporte", acrescentou.

A organização dos torneios de tênis em Roma, onde o espanhol Rafael Nadal volta às quadras depois de seis meses, havia denunciado "uma enorme injustiça" por ter de jogar a portas fechadas, enquanto que Roland Garros, Grand Slam em Paris que começa em 10 dias, poderá receber espectadores.

A medida também deve beneficiar os estádios de futebol na Série A do Campeonato Italiano, cuja temporada 2020/2021 começa neste final de semana. Assim, a Juventus, atual eneacampeã nacional, deverá ter a presença de mil torcedores no Juventus Stadium, em Turim, para a partida de estreia contra a Sampdoria.

Até esta quinta-feira, a Itália contabiliza 293.025 casos e 35.658 mortes na pandemia do novo coronavírus, com uma média de 1.452 contágios e 10 óbitos nos últimos sete dias.