Campeonato Paranaense

Já classificado, Paraná Clube poupa titulares e perde em casa para o líder Operário

(Foto: Valquir Aureliano)
(Foto: Valquir Aureliano)
(Foto: Valquir Aureliano)
(Foto: Valquir Aureliano)
(Foto: Valquir Aureliano)
(Foto: Valquir Aureliano)
(Foto: Valquir Aureliano)

O Paraná Clube perdeu por 1 a 0 para o Operário, nesse sábado (dia 15), na Vila Capanema, pela 11ª (e última) rodada da primeira fase do Campeonato Paranaense. Com o resultado, o time da capital ficou em 6º lugar, com 15 pontos. O Operário terminou em 1º lugar, com 23 pontos.

Os oito primeiros colocados avançam para as quartas de final. Tanto Paraná como Operário já estavam classificados antes do início da 11ª rodada. A única diferença era definir a posição final na primeira fase, que determina os confrontos das quartas de final (o 1º pega o 8º, o 2º joga com o 7º, e assim por diante). Além disso, a equipe com maior pontuação nas fases anteriores tem o mando de campo do segundo jogo no mata-mata.

Clique aqui para ver como ficaram os confrontos das quartas de final.

O Paraná vai enfrentar o Athletico na fase mata-mata. O primeiro duelo será na próxima segunda-feira, na Vila Capanema. O jogo de volta está marcado para quarta-feira, na Arena da Baixada.

ESCALAÇÕES
Já classificado, o técnico Maurilio poupou cinco titulares (Jailson, Ramires, Moisés e Gustavinho). As baixas eram Juninho (suspenso) e Hugo Sanches (lesionado). O Operário poupou quase todos os titulares e entrou em campo com uma equipe repleta de reservas.

DESEMPENHO
O Operário não teve dificuldades para vencer e controlar a partida. O time do Interior chegou ao gol aos 31 minutos do primeiro tempo, quando Thomaz cruzou e Tibagi cabeceou: 1 a 0. O Paraná levou perigo em poucos lances e não exigiu defesas difíceis do goleiro Simão. No segundo tempo, o Operário quase ampliou, em chute de Cleyton, aos 20 minutos, que obrigou o goleiro Bruno Grassi a fazer bela defesa.

PARANÁ 0x1 OPERÁRIO
Paraná: Bruno Grassi; Paranhos, Micael (Jeferson), Hurtado e Bryan (Lucas Schmidt); Mazinho e Lucas Abreu; Thiago Alves, Maxi Rodriguez (Gabriel Pires) e Gustavo França (Christianno); Pedro Augusto (Da Silva). Técnico: Maurilio
Operário: Simão; Lucas Mendes (Fábio Alemão), Zé Marcio (Rodolfo Filemon), Léo Rigo e Fabiano; Marcelo Santos (Tomas Bastos) e Tibagi (Rafael Chorão); Thomaz, Cleyton e Alemão (Jean Carlo); Schumacher. Técnico: Matheus Costa
Gol: Tibagi (31-1º)
Cartões amarelos: Hurtado, Mazinho, Paranhos (P), Schumacher, Léo Rigo e Marcelo Santos (O)
Árbitro: Rodolpho Toski Marques
Local: Vila Capanema, Curitiba (PR)