Juniores

Jogador do Coritiba denuncia caso de injúria racial durante jogo no Paraná

Pedrinho
Pedrinho (Foto: Reprodução/Instagram/pedroartthur10)

O jogador Pedrinho, do time de juniores do Coritiba, denunciou um caso de ofensa racial. Em postagem no Twitter, ele relatou que foi alvo de ofensa durante partida contra o Batel, válida pelo Campeonato Paranaense Sub-20, no último sábado (dia 21), no Estádio Waldomiro Gelinski, em Guarapuava (PR).

O caso também consta na súmula da partida, assinada pelo árbitro Diego Ruan Pacondes da Silva. “Aos 15 minutos de jogo do 1° tempo, com o jogo paralisado após a marcação de uma falta, fui informado pelo atleta n°08 da equipe do Coritiba, Sr. Pedro Arthur Lopes de Jesus, que seu adversário n°07 da equipe da A.A. Batel, Sr. Juan Pablo Silva Mendes, havia proferido insulto de manifesto racista, dizendo para ele 'seu macaco'. Informo que nenhum integrante da equipe de Arbitragem conseguiu ouvir ou perceber a expressão acima citada pelo atleta. Nesse momento informamos aos capitães e a comissão técnica das equipes e demos continuidade a partida. Por esse motivo a partida ficou paralisada por 10 minutos”, escreveu no documento.

Pedrinho, de 19 anos, é capitão da equipe sub-20 do Coritiba. O time da capital venceu por 4 a 1 a partida em Guarapuava, no sábado.

O Coritiba ainda não se pronunciou sobre o caso.

Após a postagem, Pedrinho ganhou mensagens de apoio de torcedores do Coritiba.

A Federação Paranaense de Futebol se pronunciou nessa terça-feira à tarde, pelo Twitter, com a seguinte mensagem: "Após tomar conhecimento do possível ato racista na partida entre AA Batel e Coritiba, pelo Campeonato Paranaense Sub-20, informamos que tomaremos todas as atitudes cabíveis e solicitaremos à Procuradoria do Tribunal de Justiça Desportiva do Paraná que realize investigação".