Jogadores do Inter reclamam do gramado e mudam o foco para a Libertadores

A qualidade do gramado do Estádio Colosso da Lagoa, em Erechim, foi alvo de críticas dos jogadores do Internacional após o empate sem gols com o Ypiranga, neste sábado, pela quarta rodada do primeiro turno do Campeonato Gaúcho.

"É um campo muito aquém do que estamos acostumados. O jogo fica mais lento, prejudica nosso estilo que é trocar passes rápidos. Mas isso não é desculpa. Continuamos invictos e estamos classificados", disse o meia Thiago Galhardo.

Internacional e Ypiranga entraram em campo classificados graças à vitória do Pelotas sobre o Juventude horas antes. Os dois times estão com dez pontos e a equipe colorada leva vantagem nos critérios de desempate.

Tranquilo no Estadual, o Inter está totalmente focado no jogo de terça-feira, contra a Universidad de Chile, em Santiago, pela segunda fase preliminar da Copa Libertadores. A volta será em 11 de fevereiro, em Porto Alegre.

"Agora chegou a hora, agora começa para valer. Vamos com tudo. O pessoal ficou em Porto Alegre se preparando e vamos chegar no nível que o Coudet (técnico Eduardo Coudet) quer", afirmou Marcelo Lomba.

O goleiro, inclusive, foi o único titular que esteve em campo neste sábado. Os demais ficaram em Porto Alegre. Destaque para as estreias de Praxedes e Guilherme Pato no profissional depois de se destacarem na conquista da Copa São Paulo de Futebol Júnior.